Governo reavalia concessão de aeroporto de Congonhas

Ministério dos Transportes afirmou que o governo federal está reavaliando a concessão do aeroporto paulistano de Congonhas, afirmando que sem as receitas do terminal a estatal Infraero perde sustentabilidade financeira; texto foi divulgado após a imprensa noticiar que, para manter sua influência sobre a Infraero, o Partido da República (PR) estava exigindo a suspensão da concessão de Congonhas; em troca, a legenda votaria pelo arquivamento da segunda denúncia contra Temer

Em foto de arquivo, aviões da Gol e da TAM são vistos no aeroporto de Congonhas, em São Paulo 17/1/2014 REUTERS/Nacho Doce
Em foto de arquivo, aviões da Gol e da TAM são vistos no aeroporto de Congonhas, em São Paulo 17/1/2014 REUTERS/Nacho Doce (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O Ministério dos Transportes afirmou nesta sexta-feira que o governo federal está reavaliando a concessão do aeroporto paulistano de Congonhas, afirmando que sem as receitas do terminal a estatal Infraero perde sustentabilidade financeira.

Em nota distribuída à imprensa pelo Palácio do Planalto, o ministério afirmou que a reavaliação segue "única e exclusivamente, argumentação técnico-financeira do ministério, sem interferências políticas externas".

O texto foi divulgado um dia depois que a Reuters publicou reportagem em que fontes afirmaram que para manter sua influência sobre a Infraero, o Partido da República (PR) estava exigindo a suspensão da concessão de Congonhas. Em troca, o partido garantia votar para derrubar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer no plenário da Câmara na próxima semana.

Por Alberto Alerigi Jr.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247