ONS: consumo de energia cresce 7,8% em fevereiro

Alta, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), deve-se, principalmente, "a ocorrência de temperaturas elevadas e a escassez de chuvas, que levou ao uso intensivo de aparelhos de refrigeração"

Alta, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), deve-se, principalmente, "a ocorrência de temperaturas elevadas e a escassez de chuvas, que levou ao uso intensivo de aparelhos de refrigeração"
Alta, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), deve-se, principalmente, "a ocorrência de temperaturas elevadas e a escassez de chuvas, que levou ao uso intensivo de aparelhos de refrigeração" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil

O consumo de energia elétrica demandada ao Sistema Interligado Nacional (SIN) cresceu 7,8% em fevereiro deste ano em comparação a igual período do ano passado. A alta, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), deve-se, principalmente, "a ocorrência de temperaturas elevadas e a escassez de chuvas, que levou ao uso intensivo de aparelhos de refrigeração principalmente nos Subsistemas Sul e Sudeste/Centro-Oeste, cujas cargas somadas participam com 78% da carga do SIN".

Os dados fazem parte do Boletim de Carga Mensal de Fevereiro deste ano divulgado hoje (12) pelo ONS e indicam, ainda, que o maior número de dias úteis no mês também contribuiu para esse resultado, "uma vez que no ano de 2013, o Carnaval ocorreu no mês de fevereiro".

Quando a comparação se dá com janeiro deste ano, os dados do ONS indicam que a variação positiva foi de 3,6%; enquanto que no acumulado dos últimos 12 meses, o SIN apresentou uma variação positiva de 3,7% em relação ao mesmo período anterior.

Considerando a integração de Manaus ao Sistema Interligado, fato ocorrido a partir do dia 9 de julho do ano passado, a carga demandada ao SIN foi de 70.359 megawatts médio (MW médios), indicando uma taxa de crescimento, no mês de fevereiro deste ano, em relação ao mesmo mês do ano passado de 9,3%.

Para o Subsistema Sudeste/Centro Oeste,os valores de carga de energia verificados em fevereiro indicam uma variação positiva de 7,5% em relação aos valores do mesmo mês do ano anterior. Com relação ao mês de janeiro, verifica-se uma variação positiva de 4,3%.

No acumulado dos últimos 12 meses o Sudeste/Centro-Oeste apresentou uma variação positiva de 2,9%, em relação ao mesmo período anterior. Esta variação deve-se também "à ocorrência de altas temperaturas, com desconforto térmico elevado, se refletindo no uso intenso dos aparelhos de refrigeração e ventilação para uso residencial e comercial" .

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email