Petróleo dos EUA atinge preço negativo no mercado futuro

A queda nos preços, para abaixo dos US$ 2 o barril, desafia o acordo alcançando na semana passada pela OPEP+ para reduzir a produção em quase 10 milhões de barris por dia a partir de maio. O corte na oferta é uma tentativa de aumentar o preço da commodity

Parte dos membros da OPEP+ já concordou com a formação de um comitê de monitoramento no início de maio
Parte dos membros da OPEP+ já concordou com a formação de um comitê de monitoramento no início de maio (Foto: REUTERS-Christian Hartmann)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Sputnik - O preço de referência do petróleo dos EUA registrou o preço mais baixo de sua história nessa segunda-feira (20), cotado a menos de US$ 2 o barril. O preço referência para o barril de maio, no mercado futuro, é negativo.

A queda nos preços desafia o acordo alcançando na semana passada pela OPEP+ para reduzir a produção em quase 10 milhões de barris por dia a partir de maio, informa a agência de notícias AFP. O corte na oferta é uma tentativa de aumentar o preço da commodity. 

Parte dos membros da OPEP+ já concordou com a formação de um comitê de monitoramento no início de maio, informou uma fonte com conhecimento do assunto à Sputnik.

O queda radical no preço também indica o impacto da pandemia de COVID-19 na economia global, que força medidas de distanciamento social e quarentena. Com muitas pessoas dentro de casa, a demanda pelo petróleo caiu. 

As empresas de energia com ações na bolsa dos Estados Unidos operam em queda. A Chevron cai 1,8% e a ExxonMobil, 3,2%.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247