Presidente do BC quer inflação na meta em 2017

Presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, repetiu que a estratégia da autoridade monetária é trazer a inflação de volta à meta em 2017 e mantê-la baixa e estável; Ilan afirmou ainda que as economias emergentes devem aproveitar a oportunidade criada pelo "interregno benigno" para implementar os ajustes necessários e que, para o Brasil, o importante é adotar para restabelecer a confiança visando a recuperação econômica com inflação baixa e estável

Brasília - O novo presidente do BC, Ilan Goldfajn participa da Cerimônia de transferência do cargo de presidente do Banco Central (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília - O novo presidente do BC, Ilan Goldfajn participa da Cerimônia de transferência do cargo de presidente do Banco Central (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, repetiu nesta quinta-feria que a estratégia da autoridade monetária é trazer a inflação de volta à meta em 2017 e mantê-la baixa e estável.

Em apresentação em espanhol para um evento no Chile, Ilan afirmou ainda que as economias emergentes devem aproveitar a oportunidade criada pelo "interregno benigno" para implementar ajustes necessários e que, para o Brasil, o importante é adotar reformas (limite de gastos e Previdência) para restabelecer a confiança e criar condições para recuperação econômica com inflação baixa e estável.

(Texto de Patrícia Duarte)

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247