PSOL aciona MPF contra Guedes e BTG por venda da carteira de crédito do Banco do Brasil

Bancada do PSOL protocolou uma representação contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ex-presidente do Banco do Brasil, Rubem de Freitas Novaes, e o representante do BTG Pactual por possíveis irregularidades na venda da carteira de crédito do BB por apenas 12,8% do valor

O ministro da Economia, Paulo Guedes, faz palestra de encerramento do Seminário de Abertura do Legislativo de 2020
O ministro da Economia, Paulo Guedes, faz palestra de encerramento do Seminário de Abertura do Legislativo de 2020 (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A bancada do PSOL protocolou na noite de sexta-feira (11) uma representação no Ministério Público Federal (MPF) contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, o ex-presidente do Banco do Brasil, Ruben de Freitas Novaes, e o representante legal do BTG Pactual por possíveis irregularidades na venda de carta de crédito por apenas 12,8% do valor, com uma possibilidade de recuperação de 70%.

Conforme revelado pela jornalista Fabíola Salani, na Fórum, na terça-feira, o Banco do Brasil vendeu ao BTG Pactual uma carta de crédito que estava avaliada em R$ 2,9 bilhões por apenas R$ 371 milhões. O BTG Pactual tem entre seus fundadores o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A negociação suscitou dúvidas e preocupações tanto do Sindicato dos Bancários de SP quanto da Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB) e uma fonte do mercado financeiro ouvida pela Fórum afirmou ainda que o BTG está de olho em outras duas carteiras de crédito, de cerca de R$ 1,6 bilhão cada, que atualmente estão sob os ativos da Previ, o fundo de previdência dos funcionários da instituição.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247