“Villas Bôas foi o grande articulador da queda de Dilma e da prisão de Lula”, diz Fernando Horta

"Ele foi o agente que, naquele momento, tinha condição e poder específico para ligar todos os interesses", disse o historiador. Assista na TV 247

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução | ABr)


247 - O historiador Fernando Horta, em entrevista à TV 247, comentou o papel crucial que o general Eduardo Villas Bôas exerceu no golpe contra Dilma Rousseff, em 2016, e na prisão do ex-presidente Lula, em 2018.

Conforme confessou Jair Bolsonaro, as Forças Armadas participaram de diversos momentos "difíceis", entre eles o golpe de 2016. 

>>> Bolsonaro confessa que general Villas Bôas atuou no golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Villas Bôas foi o grande articulador da queda de Dilma e da prisão de Lula. Não quer dizer que ele fosse o único agente político interessado. Mas ele foi o agente que, naquele momento, tinha condição e poder específico para ligar todos os interesses e deixar eles trabalhando em suspenso", disse Horta. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O historiador lembrou ainda dos tuítes do general antes do julgamento de um habeas corpus do ex-presidente Lula, em que insinuava a existência de interesses escusos no STF. Dizia ainda que o Exército ficaria "atento" contra uma suposta "impunidade". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Não era só uma questão da eleição de Lula. Hoje sabemos que era uma questão de mais de 600 mil mortes que poderiam ter sido evitadas, milhões de pessoas na miséria e desempregadas. Foi toda uma série de consequências que foram acontecendo a partir daquele ato perverso e ilegal, que foi capitaneado oficialmente pelo general Villas Bôas", disse Horta. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email