Djokovic alcança marca histórica, com a milésima vitória de sua carreira

O jogador de 34 anos é apenas o quinto homem na Era Aberta a atingir a marca de 1.000 vitórias depois de Jimmy Connors, Roger Federer, Ivan Lendl e Rafa Nadal

www.brasil247.com - Novak Djokovic
Novak Djokovic (Foto: Reuters)


Reuters – O número um do mundo, Novak Djokovic, conquistou sua milésima vitória no torneio ao derrotar Casper Ruud por 6-4 e 6-3 neste sábado para chegar à final do Aberto da Itália.

Djokovic vai enfrentar Stefanos Tsitsipas no confronto pelo título no domingo, com o sérvio jogando na final em Roma pela quarta vez consecutiva e 12º no geral.

Será uma repetição da final do Aberto da França do ano passado, que Djokovic venceu depois de lutar por dois sets.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Mais uma vez, outra final contra ele em um dos maiores torneios que temos no mundo", disse Djokovic a repórteres.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Ele está definitivamente em forma. Posso esperar uma grande batalha, mas estou pronto para isso."

O jogador de 34 anos é apenas o quinto homem na Era Aberta a atingir a marca de 1.000 vitórias depois de Jimmy Connors, Roger Federer, Ivan Lendl e Rafa Nadal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Eu vi Roger e Rafa comemorar esses marcos nos últimos dois anos. Eu estava ansioso para chegar aos mil", disse Djokovic.

"Faz muito tempo, desde que joguei minha primeira partida, desde que venci minha primeira partida no circuito. Espero que possa continuar".

Jogando sob as luzes, Djokovic quebrou o serviço do norueguês Ruud duas vezes para ganhar uma vantagem de 4 a 0, com o primeiro cabeça de chave fazendo um início rápido.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ruud quebrou Djokovic em 5-3 e manteve seu saque, mas o 20 vezes maior vencedor fechou o set.

No segundo set, Ruud salvou três break points no sétimo game, antes de Djokovic abrir uma vantagem de 4-3.

Djokovic quebrou Ruud novamente ao conquistar a vitória em uma hora e 42 minutos e o sérvio buscará o 38º título do ATP Masters 1000 na final de domingo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais cedo, o número cinco do mundo Stefanos Tsitsipas chegou à final de Roma pela primeira vez depois que o grego se recuperou para derrotar Alexander Zverev por 4-6, 6-3 e 6-3.

Tsitsipas, que subirá para o quarto lugar no ranking da ATP na próxima semana, disputará seu terceiro título de Masters 1000 no domingo.

Na terceira semifinal do Masters 1000 de saibro entre os dois nesta temporada, Tsitsipas superou Zverev, mantendo-se consistente desde a linha de base e forte no saque.

"Batalha dos saques", disse Tsitsipas. "Batalha de ser capaz de dar o primeiro arremesso após o saque e realmente colocar muita pressão nisso, o que acho que consegui fazer muito bem no terceiro set.

"Consegui devolver alguns no terceiro um pouco mais do que ele, colocar a bola em jogo, ficar nesses ralis, não ceder muito.

"Eu estava realmente tentando ficar lá o maior tempo possível e fazer cada um valer a pena."

Zverev foi clínico no primeiro set com seu primeiro saque funcionando como um relógio, mas o alemão perdeu um set pela primeira vez no torneio deste ano, quando Tsitsipas aumentou seu próprio nível no segundo.

Tsitsipas marcou primeiro na decisão, ganhando um intervalo para liderar por 3-2 quando Zverev enviou um forehand para a rede.

Tsitsipas quebrou o saque de Zverev novamente para reivindicar uma vitória confortável e agora ele tem 31 vitórias em partidas este ano e lidera seu confronto direto contra Zverev por 8-4.

Zverev ainda não conquistou um título nesta temporada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email