1°. de Maio reúne milhares de trabalhadores em Fortaleza

Os trabalhadores e trabalhadoras foram às ruas pela revogação das medidas conservadoras do Governo Temer, a defesa da Soberania Nacional, contra o fascismo e pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em um dia inteiro de atividades que começou com o lançamento do Congresso Povo e finalizou com uma grande caminhada e show cultural

Os trabalhadores e trabalhadoras foram às ruas pela revogação das medidas conservadoras do Governo Temer, a defesa da Soberania Nacional, contra o fascismo e pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em um dia inteiro de atividades que começou com o lançamento do Congresso Povo e finalizou com uma grande caminhada e show cultural
Os trabalhadores e trabalhadoras foram às ruas pela revogação das medidas conservadoras do Governo Temer, a defesa da Soberania Nacional, contra o fascismo e pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em um dia inteiro de atividades que começou com o lançamento do Congresso Povo e finalizou com uma grande caminhada e show cultural (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - Somando-se as grandes manifestações que aconteceram em todo o Brasil , o 1° de Maio, em Fortaleza, foi marcado por um dia inteiro de atividades, com a participação de milhares do trabalhadores e trabalhadoras, promovidas pela Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, juntamente com CUT-CE, CTB e Intersindical e os partidos de esquerda. 

Os trabalhadores foram às ruas pela revogação das medidas conservadoras do Governo Temer, a defesa da Soberania Nacional, contra o fascismo e pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

As atividades tiveram início pela manhã, no Ginásio Poliesportivo da Parangaba, com o lançamento estadual do Congresso do Povo, uma articulação da Frente Brasil Popular, que tem como objetivo a construção coletiva de um projeto para o País, envolvendo trabalhadores e trabalhadoras nas periferias das grandes cidades, municípios médios e pequenos e organizando comitês populares.

“A elite deste país deu início, dois anos atrás, ao processo de impeachment da presidenta democraticamente eleita e seguiu seus planos de retirada de direitos e reimplantação de um projeto neoliberal. Este 1º de Maio é o primeiro depois da estúpida aprovação da reforma trabalhista e, por isso, essa data e o lançamento deste congresso ganham ainda mais força”, disse Wil Pereira, presidente da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE), na abertura do Congresso. 

À tarde, foi realizada uma grande caminhada, saindo do Ginásio da Parangaba, pela Avenida Silas Munguba, ate a Praça da Cruz Grande, no bairro Serrinha, onde houve um ato cultural, com a participação de vários artistas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247