Chico Lopes: PCdoB quer disputar presidência e deve apoiar Camilo no CE

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) afirmou nesta terça-feira (14) que o deputado Aldo Rebelo (SP) deve ser o candidato de seu partido à Presidência da República em 2018. Apesar disso, segundo ele, o PCdoB deve apoiar a reeleição do governador do Ceará, Camilo Santana (PT). Chico Lopes criticou ainda a declaração de Michel Temer (PMDB) sobre o afastamento de ministros citados na Lava Jato. “Mente bem”, declarou

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) afirmou nesta terça-feira (14) que o deputado Aldo Rebelo (SP) deve ser o candidato de seu partido à Presidência da República em 2018. Apesar disso, segundo ele, o PCdoB deve apoiar a reeleição do governador do Ceará, Camilo Santana (PT). Chico Lopes criticou ainda a declaração de Michel Temer (PMDB) sobre o afastamento de ministros citados na Lava Jato. “Mente bem”, declarou
O deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) afirmou nesta terça-feira (14) que o deputado Aldo Rebelo (SP) deve ser o candidato de seu partido à Presidência da República em 2018. Apesar disso, segundo ele, o PCdoB deve apoiar a reeleição do governador do Ceará, Camilo Santana (PT). Chico Lopes criticou ainda a declaração de Michel Temer (PMDB) sobre o afastamento de ministros citados na Lava Jato. “Mente bem”, declarou (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) afirmou, na manhã desta terça-feira (14), antes de embarcar para Brasília, que seu partido deve concorrer à presidência da república em 2018. De acordo com ele, Aldo Rebelo (SP) é o nome mais indicado para a disputa.

“Já está em tempo de mostramos nossa cara. O Aldo é a maior liderança que nós temos, já foi ministro, presidente da Câmara, é um intelectual. Ele tem até know how para o debate com nossos aliados e adversários”, disse, em entrevista ao Blog do Eliomar.

Apesar da possível separação entre PCdoB e PT no cenário nacional, Chico Lopes adiantou que, no Ceará, o partido deve apoiar a reeleição do governador Camilo Santana (PT). 

A respeito das declarações de Michel Temer (PMDB), sobre o afastamento de ministros citados na Lava Jato, o deputado disse que o presidente “mente bem”. “Estão todos em casa. O que estão lá já estão perto de sair, não devolveram nada”.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247