Complexo eólico de R$ 1,1 bi entra em operação em PE

Empresa Casa dos Ventos está inaugurando o complexo eólico Ventos de Santa Brígida, onde foi investido R$ 1,1 bilhão; projeto será responsável pelo acréscimo de 50% da participação da fonte eólica na matriz energética de Pernambuco; empreendimento implantado nos municípios de Caetés, Pedra e Paranatama, no Agreste do Estado, tem uma potência instalada de 182 MW; Casa dos Ventos já iniciou obras de um segundo parque eólico com capacidade para gerar 220 MW de energia

Empresa Casa dos Ventos está inaugurando o complexo eólico Ventos de Santa Brígida, onde foi investido R$ 1,1 bilhão; projeto será responsável pelo acréscimo de 50% da participação da fonte eólica na matriz energética de Pernambuco; empreendimento implantado nos municípios de Caetés, Pedra e Paranatama, no Agreste do Estado, tem uma potência instalada de 182 MW; Casa dos Ventos já iniciou obras de um segundo parque eólico com capacidade para gerar 220 MW de energia
Empresa Casa dos Ventos está inaugurando o complexo eólico Ventos de Santa Brígida, onde foi investido R$ 1,1 bilhão; projeto será responsável pelo acréscimo de 50% da participação da fonte eólica na matriz energética de Pernambuco; empreendimento implantado nos municípios de Caetés, Pedra e Paranatama, no Agreste do Estado, tem uma potência instalada de 182 MW; Casa dos Ventos já iniciou obras de um segundo parque eólico com capacidade para gerar 220 MW de energia (Foto: Paulo Emílio)

Pernambuco 247 - O complexo eólico Ventos de Santa Brígida, um investimento de R$ 1,1 bilhão da empresa Casa dos Ventos, será inaugurado oficialmente nesta terça-feira (29) e será responsável pelo acréscimo de 50% da participação da fonte eólica na matriz energética de Pernambuco. Empreendimento implantado nos municípios de Caetés, Pedra e Paranatama, no Agreste do Estado, gerou 1,2 mil empregos diretos.

Os sete parques do complexo eólico, que envolvem 107 aerogeradores, têm uma potência instalada de 182 MW e produzirão, em média, 922 milhões de KW/h de energia anualmente. A Casa dos Ventos já iniciou obras de um segundo empreendimento no Agreste, o Projeto Ventos de São Clemente, com capacidade para gerar 220 MW de energia.

"Em menos de uma semana, Pernambuco adiciona 280 MW de energia limpa à matriz energética do País. Inauguramos o primeiro parque híbrido do Brasil, com 91 MW de energia solar e eólica na última sexta-feira. E agora cortaremos a fita de um complexo que, sozinho, ampliará em mais de 50% a participação da fonte eólica na base de geração do Estado", disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247