Correia lista cinco perguntas que deveriam ser feitas sobre o triplex

Criticando o processo do ex-presidente Lula envolvendo o tripléx no Guarujá (SP), em que o petista foi condenado sem provas pelo juiz Sergio Moro, o deputado estadual Rogério Correia (PT) pergunta: "Por que, na hora de confiscar os bens do ex-presidente, Moro não confiscou o tal tríplex?"; outro questionamento seria: "Por que uma juíza em Brasília mandou penhorar o tríplex do Guarujá alegando que ele é propriedade da OAS? Mas não era do Lula, Moro?"

Criticando o processo do ex-presidente Lula envolvendo o tripléx no Guarujá (SP), em que o petista foi condenado sem provas pelo juiz Sergio Moro, o deputado estadual Rogério Correia (PT) pergunta: "Por que, na hora de confiscar os bens do ex-presidente, Moro não confiscou o tal tríplex?"; outro questionamento seria: "Por que uma juíza em Brasília mandou penhorar o tríplex do Guarujá alegando que ele é propriedade da OAS? Mas não era do Lula, Moro?"
Criticando o processo do ex-presidente Lula envolvendo o tripléx no Guarujá (SP), em que o petista foi condenado sem provas pelo juiz Sergio Moro, o deputado estadual Rogério Correia (PT) pergunta: "Por que, na hora de confiscar os bens do ex-presidente, Moro não confiscou o tal tríplex?"; outro questionamento seria: "Por que uma juíza em Brasília mandou penhorar o tríplex do Guarujá alegando que ele é propriedade da OAS? Mas não era do Lula, Moro?" (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - Criticando o processo do ex-presidente Lula envolvendo o tripléx no Guarujá (SP), em que o petista foi condenado sem provas pelo juiz Sergio Moro, o deputado estadual Rogério Correia (PT) listou no Facebook cinco perguntas que, segundo ele, devem ser feitas sobre o apartamento.

"Por que, na hora de confiscar os bens do ex-presidente, Moro não confiscou o tal tríplex?", questionou. "Por que uma juíza em Brasília mandou penhorar o tríplex do Guarujá alegando que ele é propriedade da OAS? Mas não era do Lula, Moro?".

O terceiro questionamento seria: "Por que Moro disse que o tríplex nada tem a ver com a Petrobras? Mas o processo não foi parar no Paraná porque era vinculado aos escândalos da Petrobras?".

"Por que, tantos anos depois de iniciadas as investigações, não aparece um mísero contrato provando ser de Lula o tríplex? Ou, vá lá, ao menos provando estar no nome de um laranja? Nem isso?", continuou o parlamentar.

"Por que Moro nada faz em relação ao PSDB de Aécio, Alckmin, Serra e tantos outros citados nas delações? A alegação do foro privilegiado não cola, pois será que esses partidos não têm tesoureiros ou funcionários? Moro vai continuar se encontrando com Aécio e Temer, cheio de sorrisos?".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247