Devedores: Eletrobras intensifica combate

Com uma inadimplência de $ 163 milhões, sendo R$ 15,5 milhões referentes somente aos três primeiros meses deste ano, a Eletrobras Distribuição Alagoas está intensificando a suspensão do fornecimento de energia em todo o estado; para caçar os devedores, as equipes estão sendo reforçadas; objetivo é chegar a pelo menos 15 mil cortes de energia por mês

Com uma inadimplência de $ 163 milhões, sendo R$ 15,5 milhões referentes somente aos três primeiros meses deste ano, a Eletrobras Distribuição Alagoas está intensificando a suspensão do fornecimento de energia em todo o estado; para caçar os devedores, as equipes estão sendo reforçadas; objetivo é chegar a pelo menos 15 mil cortes de energia por mês
Com uma inadimplência de $ 163 milhões, sendo R$ 15,5 milhões referentes somente aos três primeiros meses deste ano, a Eletrobras Distribuição Alagoas está intensificando a suspensão do fornecimento de energia em todo o estado; para caçar os devedores, as equipes estão sendo reforçadas; objetivo é chegar a pelo menos 15 mil cortes de energia por mês (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - Com uma inadimplência ativa acumulada de R$ 163 milhões, sendo R$ 15,5 milhões referentes somente aos três primeiros meses deste ano, a Eletrobras Distribuição Alagoas está intensificando a suspensão do fornecimento de energia elétrica em todo o estado. As equipes estão sendo reforçadas e os inadimplentes precisam ficar atentos e tentar regularizar a dívida para não ter a energia elétrica cortada. O objetivo é chegar a pelo menos 15 mil cortes de energia por mês. Atualmente, esse quantitativo varia entre 9.500 e 10 mil.

De acordo com a distribuidora de energia em Alagoas, a classe de consumo que mais tem deixado de pagar as contas é a residencial. Só no primeiro trimestre deste ano o faturamento mensal médio das residências foi de R$ 73 milhões, entretanto 7% desse valor não foram arrecadados.

Esta semana, a empresa aumentou em 60% o número de equipes destinadas ao corte do fornecimento em unidades em débito com distribuidora e a intenção é dobrar o efetivo até o próximo mês de julho para intensificar os cortes. 

Com o reforço das equipes, a Eletrobras pretende chegar, em especial, nas unidades consumidoras das classes privadas: residencial, industrial, comercial e rural, visto que esse grupo representa 90% do faturamento da Empresa. Além da suspensão do fornecimento, os clientes inadimplentes têm o nome negativado na Serasa.

Antes de realizar o corte, a Eletrobras informa na fatura que a unidade consumidora está inadimplente. Caso o cliente não possa efetuar o pagamento total da dívida, recomenda-se que ele compareça a um posto de atendimento para buscar negociar a dívida e evitar a suspensão do fornecimento.

RELIGAÇÃO

 O cliente que tiver o fornecimento suspenso, após realizar o pagamento de todo o débito ou tiver a dívida parcelada, deverá solicitar a religação da energia pelo call center (0800 082 0196). Entretanto, se no momento da religação for constatado que a dívida ainda não foi quitada, a unidade consumidora continuará sem energia, além de poder sofrer outras sanções administrativas. 

Com gazetaweb.com e assessoria

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247