Doria é chamado de mentiroso em convenção do Solidariedade

Convenção estadual do partido, que lançou Marcio França candidato à reeleição ao governo de São Paulo, teve discursos lembrando que João Doria prometeu ficar até o fim do mandato de prefeito; "Doria mentiu", disparou Paulinho; "Nós demos a oportunidade para que essa pessoa mudasse a cidade e ela não quis, desprezou", criticou França, que enfrentará o tucano nas eleições

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O ex-prefeito de São Paulo João Doria, que agora lidera as pesquisas de intenção de voto para o governo do Estado, foi chamado de mentiroso durante convenção estadual do Solidariedade, presidido por Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical, que lançou neste domingo 22 Marcio França (PSB) à reeleição do governo estadual.

"Doria mentiu", disparou Paulinho em seu discurso, destacando que Doria havia prometido ficar até o fim do mandato na Prefeitura. "Ele mentiu para a população mais pobre. Temos vídeo dele na Paraisópolis fazendo promessas à comunidade. Ele nunca mais voltou lá", completou.

"Nós demos a oportunidade para que essa pessoa mudasse a cidade e ela não quis, desprezou", criticou França, sem citar o nome do tucano.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247