Elmano de Freitas critica decisão que suspende nomeação de Lula

“Na democracia, esperamos pelo menos uma coisa, que o juiz seja imparcial, não seja envolvido”, defendeu Elmano de Freitas (PT), fazendo referência ao fato de que o juiz Itagiba Catta Preta Neto participou de manifestação a favor do impeachment. O parlamentar rebateu diversas críticas feitas em relação ao processo de nomeação de Lula como Ministro da Casa Civil e afirmou que o ex-presidente “não está blindado”

“Na democracia, esperamos pelo menos uma coisa, que o juiz seja imparcial, não seja envolvido”, defendeu Elmano de Freitas (PT), fazendo referência ao fato de que o juiz Itagiba Catta Preta Neto participou de manifestação a favor do impeachment. O parlamentar rebateu diversas críticas feitas em relação ao processo de nomeação de Lula como Ministro da Casa Civil e afirmou que o ex-presidente “não está blindado”
“Na democracia, esperamos pelo menos uma coisa, que o juiz seja imparcial, não seja envolvido”, defendeu Elmano de Freitas (PT), fazendo referência ao fato de que o juiz Itagiba Catta Preta Neto participou de manifestação a favor do impeachment. O parlamentar rebateu diversas críticas feitas em relação ao processo de nomeação de Lula como Ministro da Casa Civil e afirmou que o ex-presidente “não está blindado” (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O deputado e presidente do PT de Fortaleza, Elmano de Freitas,repudiou nesta quinta-feira (17), em pronunciamento na Assembleia Legislativa, a liminar concedida pelo juiz federal Itagiba Catta Preta Neto, que suspendeu a nomeação do ex-presidente Lula como ministro-chefe da Casa Civil.

O parlamentar petista criticou a postura do juiz, que chegou a participar de manifestação a favor do impeachment. "Na democracia, esperamos pelo menos uma coisa, que o juiz seja imparcial, não seja envolvido", defendeu. Além disso, elogiou a decisão do ministro Marco Aurélio Mello de negar a suspensão da posse. "Isso é para garantir a ordem democrática e a Constituição. Parabenizo pela firmeza e serenidade", afirmou.

Defesa

Também na AL, Elmano Freitas (PT) defendeu a nomeação de Lula ao cargo, avaliando que a medida deu "nova esperança ao povo brasileiro, que sabe da capacidade de Lula em construir uma mudança na atual política econômica do País".

O parlamentar rebateu diversas críticas feitas em relação ao processo de nomeação e afirmou que "Lula não está blindado, e será investigado pelo mesmo juiz que prendeu o senador Delcídio Amaral (PT-MS)". "Dizer que Lula está blindado é uma mentira saída da boca de quem não tem compromisso com a verdade e tem o intuito de confundir o povo", criticou.

Em contrapartida, Elmano Freitas defendeu que, da mesma forma que Lula continuará sendo investigado, "que sejam investigados os parlamentares tucanos citados na delação premiada". "O que não pode é ser um juiz competente para uns e não para outros, como Moro tem sido", disse.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247