Fascistas pedem Lula na cadeia e Marisa no SUS em pleno hospital

Em frente ao Hospital Sírio Libanês, onde a ex-primeira-dama Marisa Letícia está internada em coma induzido, após ter sofrido um AVC, um grupo de mulheres traz cartazes com imagem do ex-presidente Lula de presidiário e os dizeres "vá para o SUS"

Em frente ao Hospital Sírio Libanês, onde a ex-primeira-dama Marisa Letícia está internada em coma induzido, após ter sofrido um AVC, um grupo de mulheres traz cartazes com imagem do ex-presidente Lula de presidiário e os dizeres "vá para o SUS"
Em frente ao Hospital Sírio Libanês, onde a ex-primeira-dama Marisa Letícia está internada em coma induzido, após ter sofrido um AVC, um grupo de mulheres traz cartazes com imagem do ex-presidente Lula de presidiário e os dizeres "vá para o SUS" (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - Um grupo protesta nesta quarta-feira 25 em frente ao Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde está internada deste ontem a ex-primeira dama Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Lula.

Os fascistas trazem cartazes com imagem de Lula vestido de presidiário e os dizeres "vá para o SUS", para que Dona Marisa seja transferida de um do hospital privado, que é referência no Estado, para o Sistema Único de Saúde.

Dona Marisa foi internada às pressas nesta terça após ter sofrido um AVC. Um procedimento cirúrgico conseguiu estancar o sangramento e agora seu estado clínico é "estável". Ela está sedada e foi induzida a respirar por aparelhos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247