Gleisi: ‘processo contra Lula é político, então é a política que a gente recorre’

Com a proximidade do julgamento do ex-presidente Lula, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que "a única solução possível do ponto de vista legal" é a absolvição do petista da condenação a nove anos e meio de prisão decretada pelo juiz Sergio Moro; "Uma sentença condenatória não será uma sentença justa", disse ela, em ato em Porto Alegre a favor da candidatura do petista à presidência da República; "É um processo político, então é na política que a gente tem que recorrer"

Com a proximidade do julgamento do ex-presidente Lula, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que "a única solução possível do ponto de vista legal" é a absolvição do petista da condenação a nove anos e meio de prisão decretada pelo juiz Sergio Moro; "Uma sentença condenatória não será uma sentença justa", disse ela, em ato em Porto Alegre a favor da candidatura do petista à presidência da República; "É um processo político, então é na política que a gente tem que recorrer"
Com a proximidade do julgamento do ex-presidente Lula, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que "a única solução possível do ponto de vista legal" é a absolvição do petista da condenação a nove anos e meio de prisão decretada pelo juiz Sergio Moro; "Uma sentença condenatória não será uma sentença justa", disse ela, em ato em Porto Alegre a favor da candidatura do petista à presidência da República; "É um processo político, então é na política que a gente tem que recorrer" (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - Com a proximidade do julgamento do ex-presidente Lula, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirmou que "a única solução possível do ponto de vista legal" é a absolvição do petista da condenação a nove anos e meio de prisão decretada pelo juiz Sergio Moro. "Uma sentença condenatória não será uma sentença justa", disse ela, em ato realizado neste sábado (13) em Porto Alegre a favor da candidatura do petista à presidência da República.

Antes do ato, a parlamentar disse que a mobilização popular é fundamental para mostrar ao mundo "o absurdo desse processo contra Lula, que começou errado", de acordo com ela, sem base jurídica, sem provas, sem crime.

"É um processo político, então é na política que a gente tem que recorrer", disse ela, acrescentando que o Judiciário deve ter se arrependido de ter marcado tão cedo a data do julgamento. "Na política nós sabemos brigar", acrescentou. "Eles achavam que iam fazer o julgamento no dia 24 porque iam nos encontrar adormecidos, mas se enganaram profundamente", afirmou Gleisi no palco o deputado federal Marco Maia (PT-RS).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247