Guimarães: “Se houver golpe não vamos deixar Temer governar"

O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), durante as comemorações do Dia do Trabalho, afirmou que se houver golpe “não vamos deixar Temer governar” porque o vice não tem legitimidade e não recebeu votos para ser presidente do Brasil; ele disse, ainda, que o processo de impeachment d presidente Dilma Rousseff (PT) é golpe e que os golpistas serão derrubados

O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), durante as comemorações do Dia do Trabalho, afirmou que se houver golpe “não vamos deixar Temer governar” porque o vice não tem legitimidade e não recebeu votos para ser presidente do Brasil; ele disse, ainda, que o processo de impeachment d presidente Dilma Rousseff (PT) é golpe e que os golpistas serão derrubados
O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), durante as comemorações do Dia do Trabalho, afirmou que se houver golpe “não vamos deixar Temer governar” porque o vice não tem legitimidade e não recebeu votos para ser presidente do Brasil; ele disse, ainda, que o processo de impeachment d presidente Dilma Rousseff (PT) é golpe e que os golpistas serão derrubados (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 – Durante as comemorações do Dia do Trabalhador (1º de Maio), em Fortaleza, o líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT), afirmou que o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) é golpe e que o vice-presidente Michel Temer não merece governar o Brasil.

Para Guimarães, os golpistas serão derrubados. Ele disse, também, que se houver golpe “não vamos deixar Temer governar” porque o vice não tem legitimidade e não recebeu votos para ser presidente do Brasil.

Além do líder do governo, os também deputados petistas  Luizianne Lins e Chico Lopes acompanharam o movimento de trabalhadores organizado pela 'Frente Brasil Popular'. Centrais sindicais, caso da CUT, e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) participam do protesto.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247