Lei Seca: PM recolhe 400 CNHs 166 veículos

De janeiro a março deste ano, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) de Alagoas realizou 5.556 testes de bafômetro; 5.475 veículos foram abordados, 166 veículos recolhidos, 438 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) apreendidas e 205 motoristas estavam dirigindo sem habilitação; os números de irregularidades são considerados altos

De janeiro a março deste ano, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) de Alagoas realizou 5.556 testes de bafômetro; 5.475 veículos foram abordados, 166 veículos recolhidos, 438 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) apreendidas e 205 motoristas estavam dirigindo sem habilitação; os números de irregularidades são considerados altos
De janeiro a março deste ano, o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) de Alagoas realizou 5.556 testes de bafômetro; 5.475 veículos foram abordados, 166 veículos recolhidos, 438 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) apreendidas e 205 motoristas estavam dirigindo sem habilitação; os números de irregularidades são considerados altos (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas 247 - O Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) de Alagoas divulgou na manhã desta segunda-feira (11) um levantamento dos dados referentes às Operações da Lei Seca realizadas em Alagoas, entre os meses de janeiro, fevereiro e março de 2016.

Ao todo, 5.556 testes de alcoolemia (bafômetro) foram realizados, 5.475 veículos abordados, 166 veículos recolhidos, 438 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) apreendidas, 205 motoristas estavam dirigindo sem habilitação e 1997 .infrações de trânsito.

Para o coordenador do BPTran, major Felipe Lins, as operações têm gerado resultados positivos no sentido de que muitas vidas foram salvas.

"Os números são altos, inclusive maiores que os registrados no mesmo período do ano passado. Estas ações têm ajudado a reduzir a violência no trânsito. Estes dados mostram, infelizmente, que muitas pessoas ainda não têm consciência dos perigos que a irresponsabilidade no trânsito pode trazer", afirma.

Com gazetaweb.com e assessoria

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247