Marconi se firma como líder político do Brasil Central

Ao lado do governador Geraldo Alckmin, em bate-papo ao vivo pelas redes sociais, Marconi Perillo debateu sobre temas nacionais e de interesse dos estados; Alckmin afirmou que o governador de Goiás é o "grande líder do Brasil Central"; nos últimos meses, Marconi liderou os governadores da região nas reivindicações com a União, como a renegociação das dívidas dos estados; Marconi e Alckmin também aumentarem o entrosamento e paulista vê o goiano como o líder capaz de aumentar sua influência no Centro Norte, pensando na eleição presidencial de 2018; os dois defendem as prévias no partido e Alckmin quer Marconi no comando nacional do PSDB ainda este ano para diminuir força do senador Aécio Neves na legenda

alckmin
alckmin (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O bate-papo ao vivo pelo Facebook ao lado do colega de partido Geraldo Alckmin mostrou que o governador Marconi Perillo é hoje a figura política mais representativa do chamado Brasil Central. Em seu quarto mandato, Marconi se tornou referência e polo de convergência para os governadores da região em reivindicações de interesse dos estados.

Na transmissão ao vivo de domingo, Geraldo Alckmin chamou Marconi de "o grande líder do Brasil Central". No começo deste ano, o paulista participou da primeira reunião do Fórum do Brasil Central, que reúne os governadores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Brasília, Tocantins, Rondônia e Distrito Federal e é presidido pelo goiano. 

A liderança de Marconi na região é elemento importante para Alckmin na sucessão presidencial. O governador goiano vem abrindo as portas para o aliado paulista nos estados do Centro-Norte e, de tabela, ganha espaço na mídia nacional ao discutir com o Alckmin temas nacionais. O entrosamento dos dois se intensificou no ano passado e hoje o governador de São Paulo vê Marconi como seu peça chave em seu projeto presidencial.

Comenta-se até uma chapa puro sangue: Alckmin presidente e Marconi vice. Sempre que é questionado sobre o tema, o Alckmin responde sorrindo: "Posso ser vice de Marconi". Foi assim no último domingo. Os dois querem prévias no PSDB para escolha do candidato a presidente. Para anular a influência do senador Aécio Neves no partido, Alckmin deseja Marconi no comando nacional do PSDB ainda este ano.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247