Mutirão: estado e prefeitura arrecadam R$ 58 milhões

Realizado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), 10 mil contribuintes foram notificados a participar do mutirão fiscal, entre os dias 17 e 20 de novembro, para negociar dívidas de impostos com a Prefeitura de Maceió e o Governo de Alagoas com a promessa de descontos de até 80% nas multas e juros aplicados; nos cofres da prefeitura e do governo entraram cerca de R$ 58 milhões em pagamentos de diversos tributos que estavam em atraso

Realizado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), 10 mil contribuintes foram notificados a participar do mutirão fiscal, entre os dias 17 e 20 de novembro, para negociar dívidas de impostos com a Prefeitura de Maceió e o Governo de Alagoas com a promessa de descontos de até 80% nas multas e juros aplicados; nos cofres da prefeitura e do governo entraram cerca de R$ 58 milhões em pagamentos de diversos tributos que estavam em atraso
Realizado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), 10 mil contribuintes foram notificados a participar do mutirão fiscal, entre os dias 17 e 20 de novembro, para negociar dívidas de impostos com a Prefeitura de Maceió e o Governo de Alagoas com a promessa de descontos de até 80% nas multas e juros aplicados; nos cofres da prefeitura e do governo entraram cerca de R$ 58 milhões em pagamentos de diversos tributos que estavam em atraso (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - O mutirão fiscal realizado pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ) rendeu, conforme dados divulgados na tarde desta quinta-feira (26), aos cofres da Prefeitura de Maceió e do governo do Estado cerca de R$ 58 milhões em pagamentos de diversos tributos que estavam em atraso. Por causa do sucesso, o mutirão do município de Maceió foi prorrogado até o dia 4 de dezembro, já o estado foi prorrogado para o dia 30 de novembro. 

Na entrevista, que foi realizada na sede do TJ, o secretário adjunto da Fazenda Estadual, Hélder Lima, disse que o montante negociado até agora com os devedores foi na ordem de R$ 50 milhões. Deste total, R$ 3 milhões já entraram nos cofres do governo e a previsão é que o restante seja contabilizado nos próximos dias. 

De acordo com o secretário de Finanças de Maceió, Gustavo Novaes, os números mostram que, em média, 900 atendimentos diários são realizados no mutirão fiscal, com 2250 mil negociações já efetivadas. Ele declarou ainda que a expectativa dos técnicos da prefeitura, com a prorrogação, e negociar R$ 20 milhões em tributos. 

O coordenador do mutirão fiscal, juiz Maurílio Ferraz, disse que o sucesso dos trabalhos é fruto de um projeto que foi elaborado desde o mês de agosto. “Realmente, foi uma surpresa o acolhimento por parte de todos. Os contribuintes atenderam ao apelo, comparecendo de forma articulada", disse o magistrado.

Cerca de 10 mil contribuintes foram notificados a comparecer ao Ginásio do Sesi, entre os dias 17 e 20 de novembro, para negociar dívidas de impostos com a Prefeitura de Maceió e o Governo de Alagoas,com a promessa de descontos de até 80% nas multas e juros aplicados.

Poderão ser conciliados débitos de quaisquer impostos estaduais e municipais, tais como ICMS (Impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores), IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ITCMD (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação), ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) e ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis).
Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247