‘Não vamos rever nomeação de Cristiane Brasil’, diz líder do PTB

O líder do PTB, Jovair Arantes (GO), afirmou nesta quarta-feira (10) que não há chances de a bancada rever a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o ministério do Trabalho; "Não tem troca de nome até uma decisão no Supremo Tribunal Federal", disse ele; Arantes negou a possibilidade de ele se apresentar como um nome possível para ocupar a pasta do Trabalho; "Zero (possibilidade)", disse; "Eu não aceitaria, sou líder da bancada, que é um dos melhores cargos que se possa ter", afirmou

O líder do PTB, Jovair Arantes (GO), afirmou nesta quarta-feira (10) que não há chances de a bancada rever a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o ministério do Trabalho; "Não tem troca de nome até uma decisão no Supremo Tribunal Federal", disse ele; Arantes negou a possibilidade de ele se apresentar como um nome possível para ocupar a pasta do Trabalho; "Zero (possibilidade)", disse; "Eu não aceitaria, sou líder da bancada, que é um dos melhores cargos que se possa ter", afirmou
O líder do PTB, Jovair Arantes (GO), afirmou nesta quarta-feira (10) que não há chances de a bancada rever a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o ministério do Trabalho; "Não tem troca de nome até uma decisão no Supremo Tribunal Federal", disse ele; Arantes negou a possibilidade de ele se apresentar como um nome possível para ocupar a pasta do Trabalho; "Zero (possibilidade)", disse; "Eu não aceitaria, sou líder da bancada, que é um dos melhores cargos que se possa ter", afirmou (Foto: Leonardo Lucena)

Goiás 247 - O líder do PTB, Jovair Arantes (GO), afirmou nesta quarta-feira (10) que não há chances de a bancada rever a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para o ministério do Trabalho. "Não tem troca de nome até uma decisão no Supremo Tribunal Federal", disse ele. A entrevista foi concedida ao Estadão.

Arantes negou as especulações no Planalto sobre a possibilidade de ele se apresentar como um nome possível para ocupar a pasta do Trabalho. "Zero (possibilidade)", disse. "Eu não aceitaria, sou líder da bancada, que é um dos melhores cargos que se possa ter", afirmou.

O parlamentar teve nesta terça-feira (9) um encontro com Michel Temer, com Cristiane e com o presidente nacional do PTB Roberto Jefferson. De acordo com interlocutores de Temer, apesar do desgaste para o governo, ele manteve de que a pasta ficará com o PTB e afirmou que entraria com recurso na Suprema Corte para garantir a posse de Cristiane. Mas, de acordo com alguns auxiliares de Temer, levar o recurso ao Supremo pode gerar desgaste entre os poderes e o impacto de uma eventual derrota do governo seria alto.

Uma ação popular foi movida após a denúncia de que Cristiane Brasil foi condenada a pagar R$ 60 mil por dívidas trabalhistas com dois ex-motoristas. O juiz fixou multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento da liminar, de acordo com relato do G1.

 

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247