Nivaldo, do Sepuma, declara apoio à pré-candidatura de Edvaldo

“Tivemos muitos conflitos. Entretanto, não podemos esquecer que Edvaldo devolveu a assistência médica aos servidores, em 2008. Negociou com o servidor, em 2010, 2011 e 2012, resgatando a cidadania do servidor. Estou falando de um ex-prefeito que nós passamos 15 dias acampados em seu gabinete. Sentava, discutia, acordava, discordava. Era um prefeito democrático", afirma o presidente Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Aracaju (Sepuma), Nivaldo Fernando; ele defende que o governador Jackson Barreto apoie o pré-candidato do PC do B; apoio do Sepuma é significativo para o ex-prefeito, uma vez que entidade representa todos os servidores da administração municipal

“Tivemos muitos conflitos. Entretanto, não podemos esquecer que Edvaldo devolveu a assistência médica aos servidores, em 2008. Negociou com o servidor, em 2010, 2011 e 2012, resgatando a cidadania do servidor. Estou falando de um ex-prefeito que nós passamos 15 dias acampados em seu gabinete. Sentava, discutia, acordava, discordava. Era um prefeito democrático", afirma o presidente Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Aracaju (Sepuma), Nivaldo Fernando; ele defende que o governador Jackson Barreto apoie o pré-candidato do PC do B; apoio do Sepuma é significativo para o ex-prefeito, uma vez que entidade representa todos os servidores da administração municipal
“Tivemos muitos conflitos. Entretanto, não podemos esquecer que Edvaldo devolveu a assistência médica aos servidores, em 2008. Negociou com o servidor, em 2010, 2011 e 2012, resgatando a cidadania do servidor. Estou falando de um ex-prefeito que nós passamos 15 dias acampados em seu gabinete. Sentava, discutia, acordava, discordava. Era um prefeito democrático", afirma o presidente Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Aracaju (Sepuma), Nivaldo Fernando; ele defende que o governador Jackson Barreto apoie o pré-candidato do PC do B; apoio do Sepuma é significativo para o ex-prefeito, uma vez que entidade representa todos os servidores da administração municipal (Foto: Valter Lima)

Joedson Telles, do Universo Político - Se depender do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Aracaju (Sepuma), o economista Nivaldo Fernando Santos, o governador Jackson Barreto (PMDB) descarta a ideia de apostar numa pré-candidatura do seu secretário de Saúde, Zezinho Sobral, e abraça a pré-candidatura do ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B).

“Zezinho é um bom rapaz. O bom rapaz, Wanderley Cardoso já cantou. Zezinho carrega sobre seus ombros o quebra quebra das máquinas de radioterapia, e nós servidores não queremos a quebradeira trazida também para Aracaju”, ajuizou Nivaldo Fernando. O sindicalista observa que Zezinho representa o Governo do Estado, que fracionou salários e o décimo terceiro dos servidores estaduais. “Não queremos isso para nós servidores da Prefeitura de Aracaju.”

Já sobre Edvaldo Nogueira, mesmo ressalvando que precisou travar alguns embates contra o ex-prefeito, Nivaldo admite enxergar pontos positivos. “Tivemos muitos conflitos. Entretanto, não podemos esquecer que Edvaldo devolveu a assistência médica aos servidores, em 2008. Negociou com o servidor, em 2010, 2011 e 2012, resgatando a cidadania do servidor. Estou falando de um ex-prefeito que nós passamos 15 dias acampados em seu gabinete. Sentava, discutia, acordava, discordava. Era um prefeito democrático. E não carrega a carga do governo. Se eu fosse Jajá colocava debaixo dos braços”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247