Nova denúncia pressiona saída de Teixeira da CBF

Scio da Amianto, que faturou R$ 9 milhes do governo de Braslia por amistoso sem licitao, Sandro Rossel depositou R$ 3,8 milhes na conta da filha do cartola; outra denncia j vincula o nome de Ricardo Teixeira empresa; sada do presidente da entidade, que foge do assunto, iminente

Nova denúncia pressiona saída de Teixeira da CBF
Nova denúncia pressiona saída de Teixeira da CBF (Foto: Felipe L. Gonçalves/Edição/247)

247 – A situação do presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, está cada vez mais insustentável. Nessa semana, denúncias publicadas pela Folha de S.Paulo vincularam o nome do dirigente à empresa Amianto Marketing, investigada por superfaturamento no jogo de inauguração do Estádio Bezerrão, em Brasília, realizado sem licitação. A primeira notícia deu conta de que a firma, cujo sócio é o empresário Sandro Rosell, foi dona durante 26 meses da empresa VSV Agropecuária Empreendimentos Ltda., que tinha como endereço a fazenda de Ricardo Teixeira em Piraí, a 80 km do Rio de Janeiro (leia mais).

Na manhã de hoje, o colunista da Folha Juca Kfouri publicou em seu blog mais uma denúncia envolvendo Teixeira. Sandro Rossel, que atualmente é presidente do Barcelona, depositou R$ 3,8 milhões na conta de Antônia Wigand Teixeira, filha do ainda presidente da CBF. A notícia deixa ainda mais complicada a situação do cartola, cuja saída chegou a ser divulgada na imprensa – e depois negada oficialmente pela entidade. Ontem, Teixeira posou ao lado de Ronaldo e Bebeto, novo membro do Comitê Organizador da Copa do Mundo, mas claro, não comentou nada sobre as polêmicas dos últimos dias e ainda fugiu da coletiva de imprensa. Leia abaixo o post publicado no blog de Juca Kfouri:

Sandro Rosell depositou na conta da filha de Ricardo Teixeira

Ana Carolina, Antônia e Ricardo Teixeira

Ana Carolina, Antônia e Ricardo Teixeira

Sandro Rosell depositou R$ 3.800.000 na conta de Antônia Wigand Teixeira, numa agência do Bradesco, a de número 6592-7, na avenida América, Barra da Tijuca, no dia 22 de junho do ano passado.

Rosell é sócio da Alianto, a empresa que recebeu R$ 9 milhões do governo de Brasília, sem licitação, pelo amistoso da Seleção Brasileira contra Portugal, em 2008.

A Alianto foi também dona da VSV Agropecuária, que tinha sede na fazenda de Teixeira em Piraí, interior do Rio, e cuja sócia, a secretária de Rossel, Vanessa Precht, emitiu cheques em nome do cartola da CBF segundo apurou a Polícia Civil em Brasília.

Rosell (Alexandre Rosell Feliu, CPF- 05X.8Y9.W47-62), atual presidente do Barcelona e ex-presidente da Nike no país quando a empresa passou a ser a fornecedora da CBF, é também sócio da mulher de Ricardo Teixeira, Ana Carolina na WTrade, cuja sede fica num shopping center, o Città America, na Barra da Tijuca, no Rio.

Uma razões para anunciada saída de Teixeira da CBF e ida para Miami é examente a filha Antônia (CPF- 16X.5Y4.W17-11) que, aos 11 anos, tem ouvido comentários desagradáveis sobre o pai na escola, no Rio.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247