Pazuello efetiva empresário que trabalhava sem vínculo com Ministério da Saúde

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, nomeou o empresário Airton Soligo, conhecido como Cascavel, para trabalhar em seu gabinete. Mesmo sem vínculo formal no governo, o empresário vinha fazendo reuniões com políticos para debater a pandemia do coronavírus

(Foto: Reprodução (Facebook))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, nomeou o empresário Airton Soligo, conhecido como Cascavel, para fazer papel de assessor especial em seu gabinete. A nomeação foi publicada nesta terça (23), no Diário Oficial. Como mostrou a coluna Painel, mesmo sem vínculo formal no governo, o empresário vinha se reunindo com governadores e secretários estaduais e municipais de saúde em nome do ministério, para falar sobre medidas de combate ao coronavírus. 

Cascavel foi deputado federal por Roraima (1999-2002). Tentou voltar ao posto em 2018, pelo Republicanos, mas não foi eleito. 

A composição de funcionários na pasta da Saúde tem sido alvo de críticas ao governo Jair Bolsonaro. O ministério teria pelo menos 13 militares, a maioria sem experiência na área. 

O agora ex-ministro Luiz Henrique Mandetta deixou o cargo, após divergências com Bolsonaro, que vinha (e continua) subestimando os efeitos da pandemia e defendia a reabertura de alguns setores da economia. 

Depois Nelson Teich foi nomeado para comandar a pasta, mas também houve discordância com Bolsonaro, que fazia lobby para o uso da cloroquina no tratamento de pacientes diagnosticados com a Covid-19, mesmo sem comprovação científica do medicamento. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247