PMDB tenta seduzir Vanderlan para 2016

Nome do empresário é especulado no partido para ser candidato a prefeito de Goiânia em 2016; Vanderlan Cardoso está no PSB e foi derrotado na eleição para o governo do Estado; PMDB ainda sofre as consequências de mais um revés para Marconi Perillo e processo de renovação não deslanchou; Iris Rezende continua atuando dentro da legenda e ainda ofusca lideranças jovens; Vanderlan já pertenceu ao PMDB, mas saiu pela porta dos fundos após perceber que sempre seria coadjuvante diante de Iris; empresário estaria disposto a encarar uma nova aventura peemedebista?

vanderlan
vanderlan (Foto: José Barbacena)

Goiás247 - O PMDB ainda não se resolveu depois da eleição. Os prefeitos e demais peemedebistas considerados infiéis por apoiar Marconi Perillo, entre eles o empresário Júnior Friboi, estão com o futuro indefinido. O tal processo de renovação também não se iniciou e Iris Rezende voltou a trabalhar em seu escritório político, mostrando que a aposentadoria é coisa para depois.

O burburinho que agitou os corredores do partido nos últimos dias envolve o empresário Vanderlan Cardoso (PSB), candidato ao governo derrotado este ano. Existe uma ala dentro do PMDB que defende Vanderlan como candidato a prefeito de Goiânia, em 2016, pelo partido.

Um peemedebista declarou à coluna Giro, de O Popular, que o empresário é bem vindo e com o apoio do PT teria chances de vencer o pleito. Do outro lado estão aqueles que não veem com bons olhos a movimentação. Preferem um nome de dentro do partido e que simbolize renovação.

O flerte do PMDB com Vanderlan tem contornos de flashback. O empresário já pertenceu o partido e a relação terminou de forma não muito amistosa. Após obter 500 mil votos na disputa pelo governo do Estado em 2010, Vanderlan se valorizou e atraiu a atenção do PMDB. Ele chegou ao partido com status de estrela e para comandar um projeto grandioso que o forjaria para ser o candidato do PMDB ao governo em 2014.

Em menos de dois anos Vanderlan percebeu que não teria espaço no PMDB e que o partido continuava sob a aba de Iris Rezende. O empresário pegou suas malas e saiu pela porta dos fundos, sem sentir saudades da turma peemedebista. 

Depois de mais uma derrota no pleito estadual, Vanderlan se dedicou às férias com a família e sumiu dos holofotes políticos. Seu nome é lembrado para a prefeitura e ele não descarta a possibilidade. O PMDB lançou um olhar sedutor. Resta saber se Vanderlan vai cair de novo na lábia peemedebista.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247