Polícia Civil volta ao trabalho após 49 dias

Governo do Estado vence queda de braço e escrivães e auxiliares de autópsia decidem em assembleia encerrar a paralisação; categoria não terá aumento salarial; foram negociados alterações no plano de carreira, bônus em cima dos vencimentos e redução no tempo necessário para promoção

Polícia Civil volta ao trabalho após 49 dias
Polícia Civil volta ao trabalho após 49 dias (Foto: Divulgação)

Goiás 247 _ A Polícia Civil do Estado de Goiás voltou às atividades normais nesta quinta-feira após assembleia da categoria na tarde de quarta-feira resultar no fim da greve que já durava 49 dias.A reunião dos profissionais da categoria durou três horas. O piso da categoria continua o mesmo- R$ 2.971,00 -, mas o governo do Estado ofereceu alterações no plano de carreira e reduziu o tempo de para que os agentes sejam promovidos.

Com a nova proposta, o governo dá direito ao servidor de ser promovido em até dois anos, assim como acontece na Polícia Militar. Para o presidente da União Goiana dos Policiais Civis (Ugopoci), José Virgílio, agora, com os benefícios, os profissionais da Polícia Civil estão mais valorizados. “Agora, diferente de antes, haverá diminuição da evasão, porque agentes prestavam concurso em Goiás, mas pela desvalorização, migravam para outros Estados, quando aprovados em outros certames.”

O governo, por meio da Secretaria de Segurança Pública, já encaminhou uma minuta à Secretaria de Estado da Casa Civil, que deverá nos próximos dias redigir o texto da nova proposta de lei. Só então o projeto será protocolado na Assembleia Legislativa, onde passará por votação dos deputados estaduais, acerca da aprovação. “Estamos ansiosos para que seja enviado o quanto antes o projeto para a Assembleia Legislativa, para que seja votado e aprovado pelos deputados”, comentou o presidente da Ugopoci.

O secretário de Segurança Pública, por meio da assessoria de imprensa, parabenizou as categorias de servidores da Polícia Civil pela sensatez e bom senso em retomar os trabalhos e pôr fim à greve. O secretário relatou que a sociedade goiana já sofreu muito com a interrupção dos trabalhos.

Comunicado do Sinpol:

"Comunicamos a todos os policiais que por decisão da maioria absoluta, após conhecer a proposta de reestruturação das carreiras, deliberaram pela suspensão da greve.

Assim sendo, a partir de hoje os plantões das delegacias voltam a funcionar normalmente. A partir de amanhã (30/08/12) o expediente das DELEGACIAS DE POLÍCIA EM TODO O ESTADO retomam a rotina normal de trabalho.

A contra proposta do Governo foi aceita com ressalvas. Oportunamente divulgaremos o resultado final de como ficará cada cargo das carreiras.

Agradecemos o empenho e dedicação de todos que contribuíram para o sucesso do movimento. A participação efetiva de cada um de vocês foi determinante em nossas conquistas.

Atenciosamente.

COMANDO DE GREVE

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247