PSDB já cogita segundo turno para Alckmin

Partido acredita que o petista Alexandre Padilha pode chegar ao patamar histórico de 30% do PT no estado; além disso, teme o peso da campanha do peemedebista Paulo Skaf, respeitado pelo empresariado paulistano, e do ex-prefeito Gilberto Kassab

Partido acredita que o petista Alexandre Padilha pode chegar ao patamar histórico de 30% do PT no estado; além disso, teme o peso da campanha do peemedebista Paulo Skaf, respeitado pelo empresariado paulistano, e do ex-prefeito Gilberto Kassab
Partido acredita que o petista Alexandre Padilha pode chegar ao patamar histórico de 30% do PT no estado; além disso, teme o peso da campanha do peemedebista Paulo Skaf, respeitado pelo empresariado paulistano, e do ex-prefeito Gilberto Kassab (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O PSDB paulista já se convenceu de que o governador Geraldo Alckmin terá de enfrentar um segundo turno na disputa pela reeleição.

Segundo Clarissa Oliveira, do Poder Online, o partido teme mais o peso dos adversários do que as denúncias do caso Siemens, da formação de cartel em contratos de trem e metrô em governos tucanos desde Mario Covas (1998).

Na avaliação de aliados do tucano, o petista Alexandre Padilha pode chegar ao patamar histórico de 30% do PT no estado. Além disso, Alckmin terá pela frente o peemedebista Paulo Skaf, respeitado pelo empresariado paulistano, e o ex-prefeito Gilberto Kassab.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247