Senadora diz que aliança PSB e PSDB "é impossível"

"A candidatura de Eduardo é de um governador muito bem avaliado e que dentro do governo está colocando e analisando as ações do governo, faz críticas sobre algumas direções que o governo toma. A candidatura de Aécio é a candidatura de um partido que governou o país antes de o PT governar. É uma candidatura claramente de oposição. O PSDB é o maior partido de oposição. Não há possibilidade de união dos dois partidos", afirma a senadora Lídice da Mata (PSB), que é pré-candidata ao Governo da Bahia

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Pré-candidata ao Governo da Bahia pelo PSB, a senadora Lídice da Mata afirma que não há a mínima possibilidade de o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, seu correligionário, fazer aliança com o PSDB do senador mineiro Aécio Neves para as eleições de 2014 contra a presidente Dilma Rousseff.

"É impossível essa aliança PSB e PSDB. A candidatura de Eduardo é de um governador muito bem avaliado e que dentro do governo está colocando e analisando as ações do governo, faz críticas sobre algumas direções que o governo toma. A candidatura de Aécio é a candidatura de um partido que governou o país antes de o PT governar. É uma candidatura claramente de oposição. O PSDB é o maior partido de oposição. Não há possibilidade de união dos dois partidos", disse socialista em entrevista à rádio Sociedade.

Apesar de rechaçar a união com o PSDB em nível nacional, a senadora pondera a união entre os dois partidos em estados e municípios. "Nós sabemos a dificuldade de ter uma política nacional unificada em um país como o Brasil. Em alguns estados o PSB tem aliança com o PSDB ou próximo, em outros com o PT. Em Minas até o PT fez aliança com Aécio".

Contudo, Lídice da Mata afirma que, assim como qualquer candidato, Eduardo Campos conversa com todos os partidos, mas com intenção de que eles os apoiem.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email