Sergipe terá novo Parque Tecnológico até fim do ano

Novo Parque Tecnológico de Sergipe está sendo erguido num terreno ao lado da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em São Cristóvão; o governador Jackson Barreto (PMDB) visitou o local nesta quarta (23) com auxiliares e imprensa; "O SergipeTec tem uma grande meta que é atrair investimentos com o desenvolvimento de tecnologia local. Temos a oportunidade de conhecer aqui os detalhes da construção dos sete blocos que vão alojar, sobretudo, a pesquisa em três segmentos fundamentais que são informática, energias renováveis e biotecnologia", afirmou o governador Jackson Barreto

Novo Parque Tecnológico de Sergipe está sendo erguido num terreno ao lado da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em São Cristóvão; o governador Jackson Barreto (PMDB) visitou o local nesta quarta (23) com auxiliares e imprensa; "O SergipeTec tem uma grande meta que é atrair investimentos com o desenvolvimento de tecnologia local. Temos a oportunidade de conhecer aqui os detalhes da construção dos sete blocos que vão alojar, sobretudo, a pesquisa em três segmentos fundamentais que são informática, energias renováveis e biotecnologia", afirmou o governador Jackson Barreto
Novo Parque Tecnológico de Sergipe está sendo erguido num terreno ao lado da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em São Cristóvão; o governador Jackson Barreto (PMDB) visitou o local nesta quarta (23) com auxiliares e imprensa; "O SergipeTec tem uma grande meta que é atrair investimentos com o desenvolvimento de tecnologia local. Temos a oportunidade de conhecer aqui os detalhes da construção dos sete blocos que vão alojar, sobretudo, a pesquisa em três segmentos fundamentais que são informática, energias renováveis e biotecnologia", afirmou o governador Jackson Barreto (Foto: Valter Lima)

Sergipe 247 com ASN - O novo Parque Tecnológico de Sergipe, que está sendo erguido num terreno ao lado da Universidade Federal de Sergipe (UFS), em São Cristóvão, deverá ser inaugurado até o final deste ano. O governador Jackson Barreto (PMDB) visitou o local nesta quarta-feira (23) com auxiliares e imprensa.

O SergipeTec, hoje sediado no complexo do Centro Administrativo Governador Augusto Franco, atua no fomento à criação de empresas de base tecnológica e à construção de redes de relacionamentos que envolvam agentes do processo produtivo, da geração, do conhecimento, do ensino, da pesquisa e da inovação, envolvendo agentes públicos e a iniciativa privada, já que o foco é a atração de investimentos e desenvolvimento tecnológico.

Os governos do Estado e o Federal construíram sete blocos para o Parque Tecnológico. São R$ 33,3 milhões investidos, sendo R$ 26,5 milhões em recursos federais (Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação e a Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP) e R$ 6,8 milhões em recursos estaduais.

"O SergipeTec tem uma grande meta que é atrair investimentos com o desenvolvimento de tecnologia local. Temos a oportunidade de conhecer aqui os detalhes da construção dos sete blocos que vão alojar, sobretudo, a pesquisa em três segmentos fundamentais que são informática, energias renováveis e biotecnologia. Tudo isto já vem sendo colocado em prática, a exemplo das mudas de plantas frutíferas utilizadas no projeto Califórnia, e a tecnologia empregada no parque eólico na Barra dos Coqueiros", contextualizou o governador Jackson Barreto.

O governador lembrou ainda de outra vinculação importante sediada no complexo do SergipeTec, que é o Instituto de Pesquisas e Análises Forenses, que trabalhará em parceria com o Instituto Médico Legal, oferecendo a estrutura científica e tecnológica para a elucidação de crimes e utilização da tecnologia no combate à prática criminosa.

"Aqui faremos do conhecimento o alicerce do desenvolvimento nas mais variadas áreas que vão desde a criação de softwares até a pesquisa científica sobre plantas, combate a pragas agrícolas e investigações criminais. Aqui temos o conhecimento ao lado do conhecimento para criar novos negócios, a geração de emprego e renda e o desenvolvimento", destacou Jackson Barreto, ao mencionar a conexão com a vizinha UFS.

Ao lado dos técnicos que já desempenham o trabalho de fomento e pesquisa, o governador percorreu as instalações onde já funciona o laboratório de biotecnologia e a biofábrica que produz mudas de plantas frutíferas e mudas de plantas nativas dos biomas sergipanos. Jackson Barreto também conheceu a área disponibilizada para empresas que queiram construir suas unidades em anexo ao complexo tecnológico. Serão disponibilizados 17 lotes entre 1.500 e 3.000 m², dentro dos pressupostos de atração de negócios inovadores.

Para o presidente do SergipeTec, Marcos Wandyr, este é um projeto criado com a participação da universidade, da iniciativa privada e inserido nas políticas públicas de desenvolvimento tecnológico. "Esta é uma conquista para as próximas gerações de sergipanos e para o desenvolvimento do nosso estado. Daqui, florescerão novas iniciativas que elevarão o patamar de evolução tecnológica, gerando novos empregos, conhecimento e sustentabilidade", afirmou o presidente, ao citar como exemplo de iniciativas já em desenvolvimento um software que, em parceria com a Secretaria de Estado da Fazenda, eliminará a emissão de cupom fiscal em papel, remetendo o comprovante para o celular ou o e-mail do consumidor.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247