Servidores da educação efetivados no estafo ficarão até o final do ano

Em votação na Assembleia Legislativa de Minas, venceu a pauta que propõe a designação de servidores da educação que foram efetivados sem concurso público; agora vinculados ao INSS, estes poderão ficar em seus cargos até o dia 31 de Dezembro deste ano

Geral
Geral (Foto: Luis Mauro Queiroz)

Minas 247 - A Assembleia de Minas votou nesta terça-feira a reforma administrativa do governo do estado que incluía, entre outras pautas, a designação dos servidores da educação que foram efetivados sem concurso público. Tal assunto venceu na votação parlamentar entre um acordo de governo com oposição. 

Agora designados no cargo e vinculados ao INSS, os contratados da educação poderão ficar no cargo até o dia 31 de Dezembro deste ano, depois concursados assumirão gradualmente as posições destes na área. 

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247