“Um dever do Parlamento brasileiro"

Foi o que afirmou a senadora baiana Lídice da Mata depois da votação no plenário que resultou na cassação de Demóstenes Torres; para ela, o Brasil precisa de uma ampla reforma política o quanto antes

“Um dever do Parlamento brasileiro"
“Um dever do Parlamento brasileiro" (Foto: Pedro França/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Logo após a cassação do então senador Demóstenes Torres (sem partido), nesta tarde, a senadora baiana Lídice da Mata (PSB) subiu à tribuna da casa legislativa para alertar os colegas acerca da "necessidade" de modificações na legislação eleitoral com a finalidade de evitar novos casos de envolvimento de agentes públicos com esquemas ilícitos.

"Enquanto o Congresso Nacional não assumir, com muita coragem, a necessidade de uma profunda reforma política, nós vamos conviver com ciclos permanentes de novos escândalos sobre a relação entre o poder público e os interesses empresariais neste país", afirmou.

A senadora socialista afirmou ainda que o Brasil precisa de uma reforma política que garanta o financiamento público de campanha e classificou o assunto como "um dever do Parlamento brasileiro".

Para Lídice, a atuação do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) na presidência da Comissão de Ética foi fundamental para o processo que resultou na cassação de Demóstenes Torres (Sem Partido-GO).

"A sociedade hoje comprovou que o Senado não é um clube de amigos, mas como uma casa de defesa dos interesses nacionais", disse ao classificar a cassação de Demóstenes como um "momento com lisura e imparcialidade".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247