Valmir diz que “PT vai reeleger Rui e eleger Lula”

Integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra na Bahia, o deputado federal Valmir Assunção (PT), disse no cortejo da Lavagem do Bonfim nesta quinta-feira que "o projeto do PT segue consolidado no estado", e que acredita que o governador Rui Costa (PT) será reeleito em outubro próximo; Assunção também afirma que Lula terá votação expressiva na Bahia na corrida pelo Planalto

Integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra na Bahia, o deputado federal Valmir Assunção (PT), disse no cortejo da Lavagem do Bonfim nesta quinta-feira que "o projeto do PT segue consolidado no estado", e que acredita que o governador Rui Costa (PT) será reeleito em outubro próximo; Assunção também afirma que Lula terá votação expressiva na Bahia na corrida pelo Planalto
Integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra na Bahia, o deputado federal Valmir Assunção (PT), disse no cortejo da Lavagem do Bonfim nesta quinta-feira que "o projeto do PT segue consolidado no estado", e que acredita que o governador Rui Costa (PT) será reeleito em outubro próximo; Assunção também afirma que Lula terá votação expressiva na Bahia na corrida pelo Planalto (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra na Bahia (MST), o deputado federal Valmir Assunção (PT), disse no cortejo da Lavagem do Bonfim nesta quinta-feira que "o projeto do PT segue consolidado no estado", e que acredita que o governador Rui Costa (PT) será reeleito em outubro próximo.

Assunção também afirma que Lula terá votação expressiva na Bahia na corrida pelo Planalto.

"O PT tem a tarefa de manter Rui Costa no governo e de eleger Lula dando uma grande margem de votos no estado, como sempre fizemos. O MST realiza atividades até o domingo em Salvador e não poderia deixar de participar deste momento de devoção e fé. Temos uma programação extensa para o primeiro semestre. Vamos seguir com nossas estratégias e lutar para manter Lula na disputa eleitoral. Na Bahia, vamos fazer vigília até o dia 24 de janeiro, data do julgamento do ex-presidente em Porto Alegre, depois vamos aplicar as estratégias nas regiões de cada brigada do MST", disse o deputado.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247