'Vamos superar a crise sem ruptura da democracia'

Governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel ressaltou durante a entrega da Ordem do Mérito Legislativo, na Assembleia Legislativa, a importância da sinergia entre os três Poderes para a manutenção e defesa da democracia no país para a retomada do crescimento econômico; "A nação deve participar. Os que pretenderem tirar proveito subalterno da crise jamais conseguirão disfarçar aos olhos do povo e perante a história a falácia de suas manobras", afirmou, criticando indiretamente setores que pedem impeachment da presidente Dilma; "Haveremos de superar com trabalho e com tenacidade, sem qualquer ruptura da ordem democrática"

Governador Fernando Pimentel é Orador da Medalha do Mérito Legislativo. 28-09-2015-Assembleia Legislativa. Foto: Manoel Marques/imprensa-MG
Governador Fernando Pimentel é Orador da Medalha do Mérito Legislativo. 28-09-2015-Assembleia Legislativa. Foto: Manoel Marques/imprensa-MG (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Minas - O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, ressaltou durante a entrega da Ordem do Mérito Legislativo, na noite desta segunda-feira (28/9), na Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte, a importância da sinergia entre os três Poderes para a manutenção e defesa da democracia no país, a partir do exemplo histórico de liberdade dado por Minas.

Orador oficial da cerimônia, Fernando Pimentel convocou a nação a participar solidariamente de uma nova fase de prosperidade no país, mesmo em meio à crise internacional que chegou ao Brasil em meados do ano passado.

"Nenhum setor da sociedade pode se surpreender ou julgar deter o monopólio das soluções necessárias. A nação deve participar. Os que pretenderem tirar proveito subalterno da crise jamais conseguirão disfarçar aos olhos do povo e perante a história a falácia de suas manobras", afirmou.

A inspiração histórica de liberdade dos mineiros, para Pimentel, é fundamental nesse processo de superação de crise nacional. "Em um momento como o que vivemos hoje no país, nossa Minas Gerais deve ser inspiradora da convergência e da unidade em defesa das instituições e dos superiores interesses do Brasil. Haveremos de superar com trabalho e com tenacidade, sem qualquer ruptura da ordem democrática".

De acordo com o governador, os momentos de crise são numerosos na formação do país, inclusive em Minas Gerais. Mas a transição para um novo ciclo "precisa da base sólida e da energia positiva das instituições democráticas e do compromisso republicano".

Harmonia

Em Minas, segundo Fernando Pimentel, o exemplo de democracia existente com a harmonia entre o Legislativo, o Executivo e o Judiciário, é garantidor de ações para o desenvolvimento do estado.

"A compreensão lúcida do papel de cada um dos Poderes da República resulta, exatamente, na sinergia que testemunhamos hoje na vida pública mineira, com ânimo forte e confiança no êxito de nossas missões", afirmou o governador.

Pimentel fez questão de citar o trabalho desempenhado por cada Poder em Minas Gerais. No caso da Assembleia, ela "assegura a escuta, promove a participação e persegue os resultados desejados". Já o Judiciário "cumpre o distanciamento ético dos embates da cidadania para o pleno exercício dos princípios superiores da lei e do direito". Para o governador, o Executivo, por ele liderado, "procura vivenciar o ensinamento do magistrado ao buscar a concretização das metas que o legislador afirmativamente propõe ao Estado".

Medalha

Criada em 1982, a Ordem do Mérito Legislativo homenageou neste ano 92 personalidades e entidades que se destacaram pelos serviços prestados para a sociedade. Ela é dividida em três graus: Grande Mérito, Mérito Especial, e Mérito. Em 2015, o tema central da cerimônia foi "Rio São Francisco, Rio – Mar", levando em conta o contexto atual da crise hídrica. O vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade, foi agraciado com a insígnia no grau Grande Mérito.

O presidente da Assembleia Legislativa, Adalclever Lopes, defendeu em seu pronunciamento um novo olhar para as ações que cuidem do Rio São Francisco e de toda a gestão da água no estado.

"Que cada um dos agraciados com a Ordem do Mérito Legislativo de Minas Gerais se inspire no Velho Chico, em seu poder de renovação e integração para que frutifique o mérito da solidariedade, da cidadania e da liberdade", discursou Adalclever Lopes.

Também participaram da solenidade o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Pedro Bitencourt, o procurador-geral de Justiça do Estado, Carlos André Mariani Bittencourt, a defensora pública geral do Estado, Christiane Neves Procópio Malard, secretários de Estado, deputados federais e estaduais, vereadores, entre outros.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247