Carta Capital declara apoio à candidatura de Guilherme Boulos em São Paulo

Revista semanal destacou "apoio irrestrito" à pré-candidatura do PSOL à Prefeitura de São Paulo. "A chapa dos candidatos do PSOL ao comando da maior cidade do Brasil está alinhada com as convicções de CartaCapital", disse

Guilherme Boulos
Guilherme Boulos (Foto: Brasil 247 | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidenciável e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, ganhou apoio da Carta Capital em sua candidatura à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL. Na reportagem, a revista semanal reforçou o seu "apoio irrestrito a quem sabe que o futuro bem encaminhado passa pela demolição da casa-grande".

A edição desta semana traz a seguinte chamada na capa: "candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo com apoio desta publicação, o coordenador do MTST sabe que a igualdade e, portanto, a democracia só serão possíveis no Brasil com a derrubada da casa-grande".

"De sorte a concluir que a chapa dos candidatos do PSOL ao comando da maior cidade do Brasil está alinhada com as convicções de CartaCapital", destaca a matéria. "Merecerá, portanto, o apoio desta publicação na eleição de novembro próximo, apoio irrestrito a quem sabe que o futuro bem encaminhado passa pela demolição da casa-grande. O confronto é aparentemente inevitável, o obstáculo não será removido a não ser pela força, se necessário", acrescenta. 

O texto aponta ainda: "a esquerda brasileira oscila entre a ingenuidade e a covardia. É a opinião de Guilherme Boulos, candidato à prefeitura de São Paulo, acompanhado por Luiza Erundina, sua vice na chapa".

"A ideia é forte e se refere àqueles que se dizem esquerdistas, mas ainda confiam na conciliação com a direita. Uns acham que a situação tomará um rumo natural em um país leniente e disposto a aceitar arreglos. Outros vão além, enxergam em Bolsonaro uma etapa passageira que o próprio tempo se encarregará de corrigir", diz outro trecho.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247