CNN demite jornalista Chris Cuomo por ajudar irmão governador

A demissão acontece depois que documentos foram revelados mostrando que Cuomo ofereceu conselhos a seu irmão que foram considerados inadequados

www.brasil247.com - Chris Cuomo
Chris Cuomo (Foto: Foto: Repodução/Divulgação))
Siga o Brasil 247 no Google News

247- A CNN demitiu o veterano apresentador e correspondente Chris Cuomo, informou o canal de notícias neste sábado (4), como parte de uma investigação sobre seu envolvimento na defesa de seu irmão, o ex-governador de Nova York Andrew Cuomo, acusado de assédio sexual. A reportagem é do portal Época. 

Chris Cuomo havia sido suspenso da CNN por este caso poucos dias antes de sua demissão.

“Contratamos um respeitado escritório de advocacia para realizar a revisão e o demitimos com efeito imediato”, diz um comunicado postado na conta oficial da CNN no Twitter.

PUBLICIDADE

“Durante o processo desta revisão, informações adicionais vieram à tona”, acrescenta.

A demissão acontece depois que documentos foram revelados mostrando que Cuomo, que apresentava o noticiário das 21h00, ofereceu conselhos a seu irmão que foram considerados inadequados por seu empregador.

PUBLICIDADE

“Os documentos, aos quais não tínhamos acesso antes da publicação, levantam sérias questões”, disse um porta-voz da CNN na terça-feira, acrescentando que os papéis “apontam para um maior nível de envolvimento nos esforços de seu irmão do que sabíamos anteriormente.”

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email