Confirmado: Roda Viva com Moro não terá jornalista do Intercept

Apesar da grande campanha na internet pela presença de um jornalista do The Intercept no programa de entrevistas Roda Viva, da TV Cultura, a emissora divulgou hoje quem irá compor a bancada de entrevistadores sem nenhum nome do jornal responsável pela Vaza Jato

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

247 - O Roda Viva, programa de entrevistas da TV Cultura, confirmou nesta quarta-feira (15) que não haverá representantes do The Intercept na entrevista com o ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Internautas fizeram uma campanha para que algum jornalista do jornal responsável pela Vaza Jato fosse convidado. "Vaza Jato" é como ficou conhecida uma série de reportagens que divulgou conversas entre procuradores da Lava Jato e o ex-juiz da operação, Moro.

Apesar disso, a emissora convidou apenas jornalistas da mídia tradicional. São eles: Alan Gripp, diretor de redação de O Globo; Andreza Matais, diretora da sucursal de Brasília, de O Estado de S.Paulo; Leandro Colon, diretor da Sucursal de Brasília, da Folha de S.Paulo; Malu Gaspar, repórter especial da revista Piauí; e Felipe Moura Brasil; diretor de Jornalismo da Rádio Jovem Pan.

A nova apresentadora do programa, Vera Magalhães, entretanto, afirmou que seu objetivo é "diversificar ao máximo o perfil dos entrevistados". "Meu objetivo é diversificar ao máximo o perfil dos entrevistados. Na política, abarcar todas as correntes, da esquerda à direita, e, fora dela, trazer para o centro da roda as principais discussões culturais, comportamentais, científicas, jurídicas, econômicas e sociais. Será um grande desafio mesclar nomes consagrados com aqueles que ainda estão fora do radar do grande público, mas têm o que dizer e serão referências em suas áreas num futuro próximo. Acho que o programa tem essa vocação também para antecipar discussões e tendências". 

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247