Folha blinda e protege Serra ao falar em caixa dois

Jornal distorce as palavras do delator Pedro Novis, que falou textualmente em propina paga na Suíça, como contrapartida por favores do governo de São Paulo à Odebrecht; periódico da família Frias tentou encaixar dinheiro de propina repassado ao tucano como caixa dois; nome do jornalista que escreveu reportagem foi omitido na publicação, constando apenas a assinatura "De Brasília"

Folha blinda e protege Serra ao falar em caixa dois
Folha blinda e protege Serra ao falar em caixa dois

247 - Em reportagem sobre a acusação de que o senador José Serra (PSDB-SP) recebeu mais de R$ 52 milhões em propinas da Odebrecht, a a Folha de S.Paulo mostrou mais uma vez que blinda o tucano. 

O periódico "suavizou" as acusações feitas pelo delator Pedro Novis, ex-presidente da empreiteira, de que Serra teria recebido propina como contrapartida pelo pagamento de contratos da Odebrecht como governo paulista. 

Na narrativa do periódico da família Frias, a informação é distorcida, induzindo o leitor a achar que se trata apenas de caixa dois. 

Nome do jornalista que escreveu reportagem foi omitido na publicação, constando apenas a assinatura "De Brasília".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247