Gregorio Duvivier: O Brasil voltou ao passado

Para o ator e escritor Gregorio Duvivier, o Brasil, antigamente visto como o país do futuro, acabou se tornando o "país do futuro do pretérito"

(Foto: Christian Rodrigues/Divulgação | Fernando Maia/Riotur)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - "Tantas vezes no passado visto como o país do futuro, o Brasil acabou se tornando o país do futuro do pretérito. A renda que deveria ter sido distribuída, a terra que seria repartida, a vida inteira que poderia ter sido e que não foi". 

"Hoje só nos é permitido sonhar com o passado —aquele tempo em que ainda era possível sonhar com o futuro. Confesso que tenho saudade da época em que acreditava que o melhor estava por vir".

"O futuro, ao que parece, foi cancelado (...) Já não se faz mais futuro como antigamente. Faz um tempo que os anos têm corrido para trás", escrfeve o ator em sua coluna na Folha de S.Paulo.

"Foi a partir de 2015 que tudo começou a passar tão rápido que a duração dos anos foi negativa. Terminávamos os anos antes do começo. No final de 2015 estávamos em 2010, e com o impeachment de 2016 voltamos pra 2002. O MDB no poder em 2017 nos levou de volta a 1985. E a eleição de Bolsonaro em 2018 jogou a gente pra 1964".

"2020 começa hoje. Vamos inventar um futuro e, se tudo der certo, esse ano só termina no ano que vem".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247