Mario Magalhães: “Wagner fala de olho em 2018”

"Entre os propósitos de recentes declarações do ministro Jaques Wagner (Casa Civil), há um que não é secundário: a pretensão de concorrer à Presidência caso seu correligionário Lula não dispute a eleição de 2018", lembra o jornalista do Uol

"Entre os propósitos de recentes declarações do ministro Jaques Wagner (Casa Civil), há um que não é secundário: a pretensão de concorrer à Presidência caso seu correligionário Lula não dispute a eleição de 2018", lembra o jornalista do Uol
"Entre os propósitos de recentes declarações do ministro Jaques Wagner (Casa Civil), há um que não é secundário: a pretensão de concorrer à Presidência caso seu correligionário Lula não dispute a eleição de 2018", lembra o jornalista do Uol (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O jornalista Mario Magalhães avalia que as recentes declarações do ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, têm um propósito: as eleições de 2018.

"Entre os propósitos de recentes declarações do ministro Jaques Wagner (Casa Civil), há um que não é secundário: a pretensão de concorrer à Presidência caso seu correligionário Lula não dispute a eleição de 2018", lembra o blogueiro do Uol.

Para o colunista, "é lógico" que Wagner "pensa nos embates do presente" com suas falas, "mas também no futuro: depois ter sido ministro de Lula e Dilma, governador da Bahia por oito anos e emplacado o sucessor, seu projeto é ir mais longe."

Leia aqui a íntegra.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247