Record paga R$ 52 mil de indenização por exibir acusados de homicídio em roupas íntimas

Justiça considerou que a emissora extrapolou o exercício da liberdade de imprensa ao exibir o momento em que casal foi preso

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Rede Record , que exibe com frequência reportagens sensacionalistas, foi obrigada pela Justiça a pagar R$ 52 mil de indenização à advogada Roberta Tafner, que, em 2010, foi acusada, com o marido, Willians de Souza, de matar os próprios pais. Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, a Justiça considerou que a emissora extrapolou o exercício da liberdade de imprensa ao exibir o momento em que eles foram presos, em São Bernardo do Campo.

Quando a polícia e uma equipe da Record entraram no imóvel, os dois estavam dormindo e foram surpreendidos em trajes íntimos.

“A veiculação da reportagem extrapolou a linha do razoável e dos limites da narrativa”, afirmou o desembargador José Rubens Queiroz Gomes, relator do processo no Tribunal de Justiça.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email