Todos estão na mira da máquina de moer reputações de Bolsonaro, diz Vera Magalhães

"Entre civis e militares prepondera a avaliação segundo a qual Olavo não manteria as comportas de impropérios abertas sem a anuência velada ou explícita do presidente. O comportamento ambíguo de Bolsonaro, pedindo trégua ao mesmo tempo em que condecora e elogia alguém capaz de atacar um amigo próximo como Villas Bôas, leva indignação ao time do governo", diz a jornalista

Todos estão na mira da máquina de moer reputações de Bolsonaro, diz Vera Magalhães
Todos estão na mira da máquina de moer reputações de Bolsonaro, diz Vera Magalhães (Foto: Foto: Alan Santos/PR)

247 – "O clima em Brasília é péssimo. Os ataques desferidos pelo guru Olavo de Carvalho aos militares em geral, e ao general Eduardo Villas Bôas, em particular, disseminaram na Esplanada dos Ministérios a sensação generalizada de que nenhum auxiliar, nem o amigo mais próximo, conta com o aval do presidente Jair Bolsonaro, e que todos, indiscriminadamente, estão à mercê da máquina de moer reputações do bolsonarismo", aponta a jornalista Vera Magalhães, em sua coluna.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247