Altman: Putin celebra 70 anos da derrocada do nazismo

Quando as tropas russas voltarem a marchar sobre Moscou, neste sábado, 9 de maio, diante de Vladimir Putin e convidados, os fatos da Segunda Guerra Mundial serão lembrados e "o mundo terá mais uma chance de bater continência à honestidade histórica", afirma o jornalista Breno Altman, em artigo; "O presidente russo fará questão de mostrar, mesmo em circunstâncias históricas diferentes, ainda marcadas pelo colapso do socialismo, mas resgatando o feito monumental da vitória contra o nazismo, que não se brinca com a soberania e a independência de sua nação"; leia a íntegra em seu blog

Quando as tropas russas voltarem a marchar sobre Moscou, neste sábado, 9 de maio, diante de Vladimir Putin e convidados, os fatos da Segunda Guerra Mundial serão lembrados e "o mundo terá mais uma chance de bater continência à honestidade histórica", afirma o jornalista Breno Altman, em artigo; "O presidente russo fará questão de mostrar, mesmo em circunstâncias históricas diferentes, ainda marcadas pelo colapso do socialismo, mas resgatando o feito monumental da vitória contra o nazismo, que não se brinca com a soberania e a independência de sua nação"; leia a íntegra em seu blog
Quando as tropas russas voltarem a marchar sobre Moscou, neste sábado, 9 de maio, diante de Vladimir Putin e convidados, os fatos da Segunda Guerra Mundial serão lembrados e "o mundo terá mais uma chance de bater continência à honestidade histórica", afirma o jornalista Breno Altman, em artigo; "O presidente russo fará questão de mostrar, mesmo em circunstâncias históricas diferentes, ainda marcadas pelo colapso do socialismo, mas resgatando o feito monumental da vitória contra o nazismo, que não se brinca com a soberania e a independência de sua nação"; leia a íntegra em seu blog (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Moscou celebra neste sábado, 9 de maio, os 70 anos da vitória soviética sobre o nazismo. E quando as tropas russas voltarem a marchar sobre a capital russa, em cerimônia sobre o aniversário da Segunda Guerra, diante de Vladimir Putin e convidados, serão lembrados os fatos da batalha "e o mundo terá mais uma chance de bater continência à honestidade histórica", escreve Breno Altman, em novo artigo em seu blog no 247. Leia abaixo um trecho:

O relógio apontava quase meia-noite na Escola de Engenharia Militar da Wehrmacht, em Karlshorst, na periferia de Berlim, onde estava instalado o quartel-general das forças soviéticas. Começava a cerimônia de rendição formal das tropas alemãs, findando uma guerra de agressão que durara quase seis anos (...) Outros momentos de rendição anteciparam a solenidade em Berlim, mas este seria consagrado como a página final do conflito mais épico e doloroso da história. Acima de tudo, porque era o reconhecimento simbólico, com os nazistas de joelhos, que o mundo devia ao heroísmo soviético a colaboração principal para a derrota de uma ditadura forjada no terror contra os trabalhadores e a democracia.

O jornalista relembra que "a bandeira com a foice e o martelo, alçada sobre as ruínas do Reichstag, foi a arma que feriu de morte a besta hitlerista, empunhada pelos 20 milhões de mortos que a União Soviética doou à libertação dos povos". Durante a cerimônia deste sábado, "o presidente russo fará questão de mostrar, mesmo em circunstâncias históricas diferentes, ainda marcadas pelo colapso do socialismo, mas resgatando o feito monumental da vitória contra o nazismo, que não se brinca com a soberania e a independência de sua nação", completa Altman.

Leia aqui a íntegra de seu artigo.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247