Ataque a palácio real deixa dois mortos na Arábia Saudita

Pelo menos dois guardas foram mortos e outros três ficaram feridos em um ataque contra um palácio da família real na cidade de Jidá, na Arábia Saudita; alguns órgãos de mídia da região estão tratando o caso como um atentado terrorista, enquanto fontes suspeitam do grupo extremista Estado Islâmico; embaixada dos Estados Unidos pediu cidadãos americanos que estão em Jidá o máximo de precaução nas áreas próximas ao palácio

Polícia da Arábia Saudita
Polícia da Arábia Saudita (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Pelo menos dois guardas foram mortos e outros três ficaram feridos em um ataque contra um palácio da família real na cidade de Jidá, na Arábia Saudita.

Segundo a Reuters, um homem armado se aproximou do Palácio da Paz e abriu fogo perto do portão, onde foi neutralizado por agentes das forças de segurança. O incidente, na verdade, ocorreu no turno da manhã (horário de Brasília), mas só agora foi confirmado oficialmente pelo Ministério do Interior saudita.

Alguns órgãos de mídia da região estão tratando o caso como um atentado terrorista, enquanto fontes suspeitam do grupo extremista Daesh, que muitos afirmam ser financiado por Riad.

Preocupada com a situação, a Embaixada dos Estados Unidos na Arábia Saudita pediu aos cidadãos americanos que estão em Jidá o máximo de precaução nas áreas próximas ao palácio.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247