Até a oposição cubana rejeita o apoio de Bolsonaro

historiador e oposicionista cubano Manuel Cuesta disse que o presidente Jair Bolsonaro ajudaria mais os opositores do governo de Cuba ao não se envolver nas questões que dizem respeito à ilha; "Bolsonaro é interessante pelo que não faz", disse; "Não creio que ele seria útil se agir de forma proativa, porque Bolsonaro trata negativamente de temas muito sensíveis em Cuba, como a questão racial, os direitos da mulher e a liberdade de imprensa", afirmou ele; "Preferiria que ele fique sem fazer nada", completou

Até a oposição cubana rejeita o apoio de Bolsonaro
Até a oposição cubana rejeita o apoio de Bolsonaro

247 - O historiador e oposicionista cubano Manuel Cuesta disse que o presidente Jair Bolsonaro ajudaria mais os opositores do governo de Cuba ao não se envolver nas questões que dizem respeito à ilha. "Bolsonaro é interessante pelo que não faz", disse Cuesta.
"Não creio que ele seria útil se agir de forma proativa, porque Bolsonaro trata negativamente de temas muito sensíveis em Cuba, como a questão racial, os direitos da mulher e a liberdade de imprensa", afirmou ele em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo.

Em seus discursos, Bolsonaro cita frequentemente a necessidade de "combater o socialismo", regime político que vigora em Cuba. Para Cuesta, Boslonaro ajuda mais sem fazer nada do que manifestando apoio à queda do governo do presidente Miguel Díaz-Canel.
"Preferiria que ele fique sem fazer nada. Não mostrar que o Brasil apoia o governo cubano é suficiente para ajudar aos democratas em Cuba", disse.

Na entrevista, Cuesta também disse que o endurecimento das pressões feitas pelos Estados Unidos contra Cuba tem feito mais mal do que bem. "A política de Trump tem feito mal ao governo cubano e aos cidadãos. Não estou convencido de que esta política seja mais eficaz para pressionar por mudanças democráticas. Trump optou por um caminho errático". "Para nós, não houve ganhos [com Trump], mas para algumas empresas, sim, sobretudo aquelas ligadas ao turismo", ressaltou.

Leia a íntegra da entrevista.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247