Candidato na Ucrânia pede reação militar contra tropas russas

"O Parlamento tem de pedir ao comandante em chefe para declarar a mobilização nacional após o início da agressão russa contra a Ucrânia", defendeu em nota o ex-campeão mundial de boxe e dirigente da oposição na Ucrânia Vitali Klitschko 

Vitali Klitschko
Vitali Klitschko (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa

O ex-campeão mundial de boxe e dirigente da oposição na Ucrânia Vitali Klitschko pediu neste sábado 1º que o Parlamento do país mobilize as Forças Armadas, depois de o Conselho da Federação russa ter aprovado o uso de tropas no território ucraniano.

"O Parlamento tem de pedir ao comandante em chefe para declarar a mobilização nacional após o início da agressão russa contra a Ucrânia", defendeu Klitschko em nota.

O ex-campeão mundial de pesos pesados, que já anunciou que será candidato às eleições presidenciais antecipadas de 25 de maio, lidera há dois anos um dos três partidos da oposição ucraniana com representação parlamentar.

O emprego de militares russos na Ucrânia foi aprovado hoje por unanimidade pelo Conselho da Federação em Moscou, após um pedido apresentado pelo presidente Vladimir Putin.

A Rússia poderá usar a frota do país no Mar Negro, de prontidão numa base na Crimeia, ou enviar outras tropas, que estão em território russo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email