Declarações de Trump provocam crise militar nos EUA

Após críticas de Trump, o general mais graduado do Exército dos EUA contesta o chefe da Casa Branca e defende líderes militares

Presidente dos EUA, Donald Trump
Presidente dos EUA, Donald Trump (Foto: REUTERS/Leah Millis)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um dia após o presidente dos Estados Unidos,  Donald Trump, acusar os líderes militares do país de buscarem guerras para manter os fabricantes de armas satisfeitos, o general mais graduado do Exército disse nesta terça-feira (8), que os chefes das Forças Armadas só recomendam enviar tropas ao combate quando é do interesse da Segurança Nacional dos Estados Unidos. 

"Muitos desses líderes têm filhos e filhas que servem nas Forças Armadas, muitos desses líderes têm filhos e filhas que já estiveram em combate ou estão em combate agora", disse o chefe do Estado Maior do Exército, general James McConville, durante um fórum online organizado pela Defense One, uma organização de imprensa focada nas Forças Militares dos EUA.

"Eu posso garantir ao povo americano que os principais líderes só recomendam enviar nossas tropas para o combate quando isso é requisitado pela Segurança Nacional", disse McConville.

Em uma entrevista coletiva na Casa Branca na segunda-feira, Trump criticou seu rival nas eleições de novembro, Joe Biden, descrevendo-o como um defensor de "guerras sem fim" antes de voltar suas críticas aos líderes militares, dizendo que eles estão interessados em conflitos para satisfazer a indústria bélica militar, informa O Estado de S.Paulo.

Anteriormente, foi publicado um artigo na revista The Atlantic criticando Trump por ter se recusado a visitar o cemitério militar Aisne-Marne, na França, onde os americanos que morreram na Batalha de Belleau Wood na 1ª Guerra estão enterrados, alegando que o local estava cheio de "perdedores" e "otários". 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email