Estados Unidos expulsam 15 diplomatas cubanos

O Departamento de Estado dos EUA disse nesta terça-feira (3) que decidiu expulsar quinze diplomatas cubanos, destacando que aos diplomatas foram dados sete dias para deixar os Estados Unidos; o motivo seria o fato de Cuba não ter conseguido resolver ataques sonoros (sônicos) contra diplomatas americanos em Havana

O Departamento de Estado dos EUA disse nesta terça-feira (3) que decidiu expulsar quinze diplomatas cubanos, destacando que aos diplomatas foram dados sete dias para deixar os Estados Unidos; o motivo seria o fato de Cuba não ter conseguido resolver ataques sonoros (sônicos) contra diplomatas americanos em Havana
O Departamento de Estado dos EUA disse nesta terça-feira (3) que decidiu expulsar quinze diplomatas cubanos, destacando que aos diplomatas foram dados sete dias para deixar os Estados Unidos; o motivo seria o fato de Cuba não ter conseguido resolver ataques sonoros (sônicos) contra diplomatas americanos em Havana (Foto: Gisele Federicce)

Sputnik Brasil - O Departamento de Estado dos EUA disse nesta terça-feira (3) que decidiu expulsar quinze diplomatas cubanos, destacando que aos diplomatas foram dados sete dias para deixar os Estados Unidos.

"Esta manhã, o Departamento de Estado informou o governo de Cuba que estava ordenando a saída de 15 de seus funcionários de sua embaixada em Washington", disse um representante norte-americano.

A decisão não reflete uma mudança na política de estabelecimento de laços diplomáticos com Havana, afirmou aos jornalistas um alto funcionário do Departamento de Estado.

Todos os diplomatas não essenciais dos EUA em Cuba deverão deixar Havana até o fim desta semana como resultado de uma série de ataques sonoros, disse o funcionário.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247