EUA destroem o multilateralismo, denuncia líder cubano

O governo dos EUA destrói com suas políticas agressivas o multilateralismo sem se preocupar com as consequências de sua conduta, denunciou neste domingo (15) o deputado e intelectual cubano Abel Prieto na Festa do jornal Humanité, na França

Abel Prieto
Abel Prieto (Foto: Escambray/Cuba)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Prensa Latina - O governo dos EUA destrói com suas políticas agressivas o multilateralismo sem se preocupar com as consequências de sua conduta, denunciou neste domingo (15) o deputado e intelectual cubano Abel Prieto na Festa do jornal Humanité, na França. 

Em entrevista à Prensa Latina, o chefe da delegação cubana na 84ª edição do festival, rejeitou a posição irresponsável dos EUA quando o mundo precisa de abordagens menos egoístas para solcionar os problemas que enfrenta.  Vemos que esse governo (o do presidente Donald Trump) liquida o que as Nações Unidas significam e os esforços após a tragédia da Segunda Guerra Mundial para construir um planeta em paz, ignorando princípios básicos, como a não interferência nos assuntos internos dos países e a  solução pacífica das diferenças.                               

Segundo Prieto, a comunidade internacional aspira precisamente ao contrário do que Washington faz com sua conduta imperial.  "Os Estados Unidos violam o multilateralismo, sem o menor senso de responsabilidade", disse o ex-ministro da Cultura de Cuba, que cumpriu uma intensa agenda na Festa de L'Humanité, que inclui reuniões com associações de solidariedade com a maior das Antilhas , participação em fóruns e dissertação sobre o trabalho da revolução cubana.  

Em relação a Cuba, Prieto alertou que a Casa Branca está intensificando sua hostilidade dia após dia, com o bloqueio como ponta de lança.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email