EUA enviam dois navios de guerra ao estreito de Taiwan

Um navio de guerra da Marinha dos EUA e um navio da Guarda Costeira norte-americana navegaram através do estreito de Taiwan, o que pode levar a um aumento das tensões com a China

EUA enviam dois navios de guerra ao estreito de Taiwan
EUA enviam dois navios de guerra ao estreito de Taiwan
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Sputnik - Um navio de guerra da Marinha dos EUA e um navio da Guarda Costeira norte-americana navegaram através do estreito de Taiwan, o que pode levar a um aumento das tensões com a China.

O destróier de mísseis USS Curtis Wilbur e o navio USCGC Bertholf realizaram "um trânsito de rotina através do estreito de Taiwan entre 24 e 25 de março", declarou o porta-voz da 7ª Frota dos EUA, o tenente Joe Keiley, citado pelo jornal Japan Times, e acrescentou que a decisão foi tomada "em conformidade com o direito internacional".

O trânsito "demonstra o compromisso dos EUA com um Indo-Pacífico livre e aberto", afirmou o porta-voz, que prometeu que as forças estadunidenses continuarão "voando, navegando e operando em qualquer lugar que a lei internacional permita".

O trânsito dos navios, que ocorreu dias antes de negociações comerciais de alto nível entre os EUA e a China em Pequim, pode gerar o descontentamento da China, uma vez que Taiwan é parte integrante de seu território.

Anteriormente, a agência Bloomberg informou, citando funcionários familiarizados com o assunto, que o governo Trump deu sua "aprovação tácita" ao pedido de Taiwan de comprar mais de 60 caças americanos F-16. O Ministério das Relações Exteriores da China manifestou seu protesto contra a possível venda e pediu que os EUA "reconheçam plenamente a sensibilidade deste problema e o dano que causará".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email