Evo Morales diz que cassação de sua candidatura ao Senado é golpe contra a democracia

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, diz que o objetivo final da cassação de sua candidatura ao Senado é a interdição de seu partido, o Movimento ao Socialismo (MAS).

Evo Morales
Evo Morales (Foto: REUTER)

247 - O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, descreveu nesta quinta-feira (20) como "um golpe contra a democracia" a decisão tomada pelo Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) de cassar sua candidatura ao Senado nas eleições de maio próximo.

"A decisão do Supremo Tribunal Eleitoral é um golpe contra a democracia", disse o ex-presidente boliviano em sua conta no Twitter depois de saber a resolução dos magistrados eleitorais.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247.Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247